Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Cânion do Xingó, um paraíso no sertão de Sergipe

canion do xingo
Cânion do Xingó

Ponto alto de nossa viagem a Sergipe, a visita ao Complexo turístico do Cânion do Xingó no Velho Chico, criou em nosso grupo uma grande expectativa, pois conheceríamos algo totalmente diferente em pleno Sertão do Nordeste Brasileiro. Ninguém imaginava que esta área, quase deserta a duas décadas atrás, coberta somente pela caatinga e pelo Rio Canindé, que corria praticamente seco em seu leito, se transformaria hoje em um oásis em pleno sertão, com área de produção agrícola, com uma vegetação exuberante, que atraiu enorme diversidade de pássaros e outras espécies de animais, e também se tornaria num grande pólo turístico, atraindo gente do mundo inteiro.

canion do xingo
Cânion do Xingó
canion do xingo
O Velho Chico e a Cidade de Piranhas

Isto ocorreu após o represamento das águas do Rio São Francisco para a construção da Usina Hidrelétrica do Xingó, que fornece energia para cerca de 25% da região nordeste do Brasil. Suas águas subiram quase 100 metros, formando o grande lago e os imponentes e belos cânions, nos blindando assim com esse paraíso que se tornou uma das atrações mais visitadas do estado.

Como Chegar no Cânion do Xingó?

Muitos encaram o cansativo bate e volta, mais de 200 km, a partir de Aracaju, ou de Maceió para fazer este passeio, passando por lugares cobertos quase sempre pela caatinga, predominando uma paisagem com tons marrom e cinza, até a chegada do verde nas proximidades do rio. Porém a melhor opção é se hospedar em Canindé do São Francisco (SE), ou na vizinha cidade de Piranhas (AL). Preferimos fazer base na cidade de Piranhas, que também fica às margens do Velho Chico.

Como chegar a Canindé e Piranhas vindo de Aracaju:

canion do xingo
Piranhas
De carro:

Pegue a BR 101 sentido Maceió. Vá em direção ao município de Areia Branca (BR 235) e siga para Itabaiana. Entre em Ribeirópolis e, em seguida, pela rodovia estadual SE -106, passe pelos municípios de Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora da Glória e por Poço Redondo, Canindé e, finalmente, Piranhas. São 220 quilômetros.

De ônibus:

Você pega o ônibus na rodoviária nova de Aracaju. São 4,5 horas de viagem entre Aracaju e Piranhas. Passagem a R$ 21. Caso prefira ir a Canindé primeiro, você pega o ônibus na rodoviária velha de Aracaju. Há várias saídas diárias. Tarifa a R$ 19. (De Canindé a Piranhas você pode ir de táxi ou moto-táxi. São 10 minutinhos, no máximo).

De Excursão:

Caso você não queira ir por conta, várias agências fazem o passeio tipo bate e volta saindo de Aracaju.
Evite fazer este passeio como um bate e volta. Será muito cansativo pois de Aracaju são 210 quilômetros até Canindé: três horas para ir, mais três para voltar,. Se possível, durma em Canindé de São Francisco ou em Piranhas e faça no dia seguinte a Rota do cangaço. Caso você venha de Maceió são 280 quilômetros.

Como é o passeio?

Com os ingressos comprados antecipadamente para o passeio mais fascinante pelas águas do Velho Chico, o do Cânion do Xingó, seguimos para o restaurante Karrancas, na cidade de Canindé. Este restaurante possui ótima infraestrutura, com almoço buffet, e também pratos a la carte, uma prainha, vários catamarãs e lanchas para o passeio.

canion do xingo
Receptivo da operadora do s Catamarâs

Na hora do embarque, os passageiros são chamados pelos nomes por ordem de chegada através de um alto-falante, portanto, não precisa correr para pegar o “melhor lugar”, porém para os últimos, se a embarcação estiver superlotada (o que não é difícil acontecer) terão que fazer o passeio debaixo do sol, pois a embarcação é quase toda aberta.

canion do xingo
Uma hora de navegação até os Cânions

O catamarã com capacidade para transportar 250 pessoas por viagem, sai do píer com muita música e animação, e segue pelo grande e belo lago, e após uns 30 minutos de navegação começam a aparecer as primeiras formações rochosas, como o Morro dos Macacos, Pedra do Gavião, Pedra do Japonês, entre outras e algumas imagens de São Francisco espalhadas pelas grutas. Tem uma parada no percurso onde fica exposta numa gruta a imagem de São Francisco, a qual é possível acessar por meio de uma escadinha instalada no local, disponível para quem queira se aproximar do santo padroeiro de um dos rios mais importantes do Brasil, Todavia esta imagem todos os anos durante 2 semanas é retirada e utilizada durante a procissão que acontece no mês de outubro. Infelizmente foi neste período que passamos lá.

canion do xingo
Galera no Catamarã

Continuando a navegação, totalizando 1 hora de desde o embarque, depois de passar pelos imponentes cânions (5º maior cânion navegável do mundo), chega-se ao local da parada para o banho, conhecido como Porto de Brogodó em Paraíso do Talhado. Ali o turista tem direito a mergulhar nas águas cristalinas do Velho Chico em uma piscina natural delimitada com rede de contenção por baixo e pelos lados. Realmente é uma experiência fascinante tomar banho nas águas do rio São Francisco, que tanto ouvíamos falar na escola em nossa infância. Alí a água é cristalina e bem verdinha, e não é gelada, sendo uma excelente opção para combater o forte calor. Muitos utilizam aqueles macarrões coloridos para boiar.

canion do xingo

canion-do-xingo-19

canion do xingo

canion do xingo

No local também é possível chegar em barquinhos menores bem perto da Gruta do Talhado e apreciar as belas fendas dos paredões avermelhados e esverdeados do cânion, que foram talhadas a milhares de anos pela mãe-natureza, pois as embarcações de maior porte não conseguem penetrar neste local.

Ali a embarcação permanece por 1 hora, e mais uma hora para o retorno até o restaurante, totalizando três horas de passeio. No restaurante Karrancas o turista tem a opção de almoçar pagando o Buffet ou a La carte.

canion do xingo

Onde ficar?

Gente não tem como passear nos cânions, sem conhecer a lindinha cidade de Piranhas – AL bem próximo dali (15 Km). A cidade com pouco mais de 20 mil habitantes possui um conjunto arquitetônico, com seu casario colorido bem preservado, que lhe rendeu o título de Patrimônio Histórico Nacional, concedido pelo IPHAN. Possui também uma deliciosa praia no Rio São Francisco, mirantes, como o secular, com mais de 300 degraus, de onde se vislumbra a mais linda vista da cidade e do rio e é porta de entrada para quem pretende fazer a Rota do Cangaço.

canion do xingo
Hotel O Imperador, onde ficamos em Piranhas

O que tem mais para fazer?

Rota do Cangaço

Este passeio começa no atracadouro da cidade, sempre as 9h, e o catamarã segue navegando por 50 minutos pelo leito natural do Velho Chico, até à primeira parada, no povoado de Entremontes, distrito de Piranhas, conhecido pelo trabalho artesanal das bordadeiras de rendedê, uma herança passada de geração a geração. Após 30 minutos retornamos a embarcação e seguimos para o Restaurante Angicos, onde começa a trilha até à Grota do Angico. Foi nesta grota que Lampião, Maria Bonita e mais nove cangaceiros morreram numa emboscada.

canion do xingo
Atracadouro da Cidade de Piranhas

A caminhada é leve, realizada em aproximadamente 1 hora (ida e volta), porém é opcional, quem não quiser encarar os mais de 40ºC, sob um sol escaldante pelo sertão, entre vários cactos e mandacarus, pode ficar no local, que tem toda estrutura para um refrescante banho de rio e um ótimo almoço regional. No destino final (Grota do Angico), encontram-se cruzes e uma placa com os nomes de Lampião, Maria Bonita e de seu bando de cangaceiros emboscados e do único soldado morto no confronto. Também é relatado pelos guias tudo sobre o confronto entre policiais e cangaceiros. Um fato interessante é que após o massacre do bando de cangaceiros, os policiais cortaram as cabeças dos jagunços e as deixaram expostas na escadaria da prefeitura de Piranhas.

Para fazer a trilha do cangaço, não esqueça o traje de banho, vá com roupas leves, confortáveis e tênis. Passe muito protetor solar e use chapéu. Leve água fresca.

canion do xingo
Prainha de Canindé do São Francisco
Noite em Piranhas AL

Pra quem gosta de embalos à noite, o centrinho histórico de Piranhas, com vários bares e restaurantes, apresenta muita música ao vivo, principalmente forró, nos finais de semana. O agito fica por conta dos turistas e moradores locais que freqüentam o local. Um dos principais bares da cidade, a Cachaçaria Altemar Dutra, oferece desde pratos regionais a massas. O nome do bar é em homenagem ao seresteiro, que dizem costumava se refugiar na região para cantar e tocar seu violão às margens do Velho Chico.
Além de diversas pousadas, Piranhas tem ainda um centro de artesanato (que funciona de quarta a domingo, 10h às 17h).

canion do xingo
Centrinho Histórico
Outros passeios

Passeio de helicóptero pelo Rio São Francisco: procurar a MFTur.

Outros passeios pela região: Usina do Xingó e de Usina de Paulo Afonso, além da Fazenda Mundo Novo, do Vale dos Dinossauros, do Eco Parque do Cangaço e do museu MAX – Museu de Arqueologia de Xingó.

Outras Informações

DICAS DE PASSEIOS
Preço do passeio de Catamarã pelo Rio São Francisco: O valor do passeio por pessoa é R$ 90. Se você optar pelo transfer vindo de Aracaju você deve pagar em média R$ 170, com o passeio de catamarã e o transporte inclusos. Para mais informações acesse o site da empresa MFTur

barquinho até à Gruta do Talhado:Trecho opcional – R$ 10,00.

Almoço no Restaurante Karrancas: valor do buffet livre é R$ 38,00 por pessoa, crianças entre 05 e 09 anos pagam R$ 19,00 e crianças até 04 anos não pagam.

OUTRAS DICAS
– Quem puder alugar um carro, ajudará bastante na logística de viagem.
– Os catamarãs possuem 4 banheiros, 2 andares, bar, chuveiros, os famosos macarrões para mergulho, sem falar da oferta de aperitivos como espetinhos e biscoitos, além de água, refrigerante e cerveja. E os horários de partida do Catamarã são 10h30m e 11h:30m, por isso é muito importante prestar bastante atenção na hora para não perder o passeio. Na alta temporada tem passeio à tarde. Tente chegar meia hora antes do horário de saída do seu passeio.
– Roupas leves e confortáveis são fundamentais. Lembre-se de que você estará no sertão e o calor é uma presença.
– Protetor solar é indispensável e não esqueça de se hidratar. Mais uma vez reitero: você estará no sertão.

Veja outros Posts sobre Sergipe:

Destino: Sergipe, roteiro básico de 7 dias

Aracaju, a queridinha do Nordeste

Praia do Saco e Mangue Seco no litoral sul de Sergipe

São Cristóvão e Laranjeiras, um passeios pela história de Sergipe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *