Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Revisado e atualizado em Dezembro 2016
Os Lagos Andinos compõe um dos cenários mais belos do sul do Chile e da Argentina, e vem atraindo cada vez mais turistas e aventureiros para a região. A maioria das operadoras que vendem esse pacote incluem cidades dos dois países, mais se você tem pouco tempo pode optar somente pelo lado Chileno. Nesse post vou além, proponho um roteiro que passa pelas capitais, Santiago e Buenos Aires, e as cidades de Pucón, Puerto Varas, Bariloche, além é claro, o famoso Cruce Andino.

Bem-vindo a San Carlos de Bariloche, carinhosamente chamada de Bariloche, localizada na Patagônia Argentina, na costa sudeste do Lago Nahuel Huapi que não congela nem em invernos rigorosos e no coração do Parque Nacional do mesmo nome, bem no centro da Cordilheira dos Andes. O lugar oferece uma ampla gama de opções para o turismo, tanto convencional como de aventura, sendo um excelente destino durante todo o ano.

Buenos Aires, a mais europeia das capitais da América do Sul, certamente estará outra vez no meu roteiro, isto porque nessa viagem só tivemos dois dias para conhecer a bela capital portenha. Convenhamos, muito pouco tempo. Mas mesmo assim o sábado e o domingo que passamos na cidade foram bem proveitosos.

El Calafate, conhecida como a capital nacional das geleiras, é uma pequena cidade localizada na província de Santa Cruz, Argentina, próxima a fronteira com o Chile. Em franco desenvolvimento turístico, oferece boa estrutura hoteleira, um aeroporto pequenino, mas moderno e ótimas opções de turismo. Seu clima é frio, com média anual de sete graus, temperaturas máximas por volta dos treze graus e mínimas por volta dos dez abaixo de zero. É lá que está a maior geleira em extensão do mundo: O perito Moreno

Desta vez o destino escolhido foi a Patagônia Argentina. Localizada no sul da América do Sul, abrangendo quase dois terços dos territórios da Argentina e do Chile. São quase 800.000 quilômetros quadrados de território virgem, pouco explorado e de escassos habitantes. Uma região riquíssima em recursos naturais de incomparável beleza, fazendo deste lugar um dos mais belos do planeta. Foi nesse cenário que chegamos a Ushuaia, para iniciar uma viagem de 4 dias pela capital da Terra do Fogo.