Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Atualizado em 17/04/2016

Este pedacinho do céu chamado Conceição do Ibitipoca é um distrito do município de Lima Duarte-MG, localizado na zona da mata mineira, em plena Serra da Mantiqueira a 1.250m de altitude no sudeste de Minas. Com paisagens inesquecíveis, este paraíso não é simplesmente um lugar acolhedor, é a soma das energias e do alto astral do seu povo simples e hospitaleiro.

No horário marcado, as 8:00h a Land Rover, da agência Rota dos Aparados nos pegou na pousada em Cambará do Sul e partimos em direção à Cachoeira dos Venâncios, nossa primeira parada. O acesso à cachoeira é realizado em 13 km depois do trevo no asfalto para Jaquirana por estrada de terra até a entrada de uma fazenda de propriedade particular de nome Cachoeiras, onde é cobrado um ingresso no valor de R$ 5,00 por pessoa.

O parque abrange os municípios de Jacinto Machado, Praia Grande (SC) e Cambará do Sul (RS). Possui belezas visuais raras, como o Canyon Fortaleza, cachoeiras e espécies raras de fauna e flora. Coexistem na área do parque a floresta de araucárias, campos e a floresta pluvial atlântica.

São três as trilhas abertas ao público no Parque Nacional do Aparados da Serra, sendo as trilha do Vértice e a do Cotovelo na parte alta do parque, que permitem contemplar as principais atrações do cânion Itaimbezinho, com entradas por Cambará do Sul. E a Trilha do Rio do Boi na parte baixa do cânion que proporciona aos turistas mais aventureiros uma caminhada longa pelo interior do cânion que exige mais esforço físico.

Cambará do Sul é uma cidadezinha no alto da serra gaúcha a cerca de 190km de Porto Alegre. E o que essa cidadezinha pacata tem a oferecer para ser tão visitada? Uma natureza exuberante. Cambará do Sul é a porta de entrada para os maiores cânions brasileiros o Itaimbezinho no Parque Nacional do Aparatos da Serra e o Fortaleza no Parque Nacional da Serra Geral o que torna a cidade ponto de encontro para aventureiros e amantes da natureza.

Para todo montanhista está na trilha é o que importa, mas fazer um dos trekkings mais bonito do planeta não tem preço. Foi com esse pensamento que eu e meu parceiro de grandes aventuras Valdir Neves embarcamos nessa que com certeza foi até agora a nossa maior aventura, o Trekking ao Campo Base do Everest na cordilheira do himalaia no Nepal. Foram 16 dias de muita ralação, mas compensador pela beleza do lugar.

A Chapada dos Veadeiros é uma região que abriga mais de 90% de todo o Cerrado de Altitude do mundo e fica situada no nordeste do estado de Goiás que abriga o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, reconhecido como Patrimônio Natural Mundial pela UNESCO e a Área de Proteção Ambiental de Pouso Alto onde se localiza o ponto mais alto do planalto central com 1676 metros de altitude.

Aproveitamos um convite de nossos amigos Márcio e Gina, para passarmos um final de semana em sua casa na Praia da Várzea, Ilha de Jaguanum, situado na Costa Verde. A Costa Verde é um pedaço do paraíso localizado entre o Rio de Janeiro e São Paulo, com 365 ilhas, 8 baías e 2.000 praias, compreendidas entre a ponta do Sino na Restinga de Marambaia e da Juatinga em Paraty , tendo a Ilha Grande à frente do oceano protegendo a grande baía.

O Brasil é um país com dimensões continentais, e oferece aos amantes da natureza e dos esportes radicais inúmeros cenários espetaculares com paisagens exuberantes, sendo um desses lugares o Jalapão. Localizado numa área de transição entre as vegetações de cerrado e da caatinga, abrangendo diversos municípios no leste do Estado de Tocantins, o Jalapão é um daqueles lugares que a natureza tentou esconder e, assim, se mantém intacto até hoje, sendo para muitos um grande oásis

Atualizado em julho 2016
O Vulcão Villarrica é um dos passeios imperdíveis da região sul chilena. Está situado na cordilheira dos Andes, na região da Araucania. Seu cume se encontra a 2843 m de altitude e em seu sopé encontram-se as cidades de Pucón e Villarrica. Este vulcão permanece coberto por neve durante todo o ano e é também conhecido como Rucapillán, ou “casa do demônio” na língua mapuche.