Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

O lugar por vezes remoto e, intocado, parece ter saído de um sonho, pois nessa imensidão toda, estão presentes montanhas de pico nevado, gigantescas geleiras, rios e lagos de tons azulados e esverdeados e uma rica diversidade da flora e da fauna, além de charmosas cidadezinhas com construções seculares que nos rementem à colonização europeia. E ainda tem a deserta, bela e famosa estrada Sul-americana, a Ruta 40, que percorre a Argentina de norte a sul conectando a alguns dos destinos mais procurados na região.

Continuando nossa turnê pelo sul do Brasil, seguimos para Gramado, que é um município do estado do Rio Grande do Sul localizado na Serra Gaúcha. Com uma economia voltada ao turismo, a cidade recebe anualmente milhões de turistas nacionais e estrangeiros. Sua população variada, com forte influência alemã e italiana, reflete especialmente na sua deliciosa culinária e na bela arquitetura urbana e rural. Gramado é uma das cidades mais românticas do Brasil. O clima europeu e o romantismo da região são bons atrativos para casais apaixonados e até para lua de mel.

Continuando nosso roteiro pelo sul do Brasil, descemos as Serras Catarinenses e seguimos em direção a Cambará do Sul – RS. Cambará, é uma cidadezinha no alto da serra gaúcha, a 1.030 m de altitude e está entre as cidades mais frias do Brasil. No inverno a temperatura pode chegar facilmente a patamares negativos, e até nevar. É a porta de entrada para os maiores cânions brasileiros o Itaimbezinho no Parque Nacional do Aparatos da Serra e o Fortaleza no Parque Nacional da Serra Geral.

O nosso roteiro pelas serras catarinenses começou no aeroporto de Florianópolis onde alugamos um carro para conhecermos as belezas de toda aquela região. Visitamos as cidades de Urubici, São Joaquim, Urupema e Bom Jardim da Serra, além é claro de lugares espetaculares com paisagens exuberantes como Morro da Igreja, Serra do Corvo Branco, Morro do campestre, onde os locais dizem ter o mais belo por do sol do planalto serrano e a famosa Serra do Rio do rastro.

Preparamos um roteiro para conhecer algumas das cidades Serranas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que, principalmente, no inverno ficam lotadas de turistas em busca do frio e com um pouco de sorte, até neve. Nossa viagem começou no aeroporto de Florianópolis e terminou no aeroporto de Porto Alegre onze dias e 2200 km rodados depois. No Percurso passamos por lugares incríveis como a famosa Serra do Rio do Rastro e a Serra do Corvo Branco, além de cidades como Urubici e São Joaquim em Santa Catarina e Cambará do Sul e Gramado no Rio Grande do Sul.

Depois de superar um passado nebulosos onde era conhecida pelo tráfico de drogas, protagonizado pelo mega traficante Pablo Escobar e pelas ações guerrilheiras das Facs, que aterrorizaram o país por muitos anos, a Colombia desperta para o turismo. Situada a noroeste da America do sul, banhada a oeste pelo oceano pacífico e ao norte pelo Atlântico, tendo o mar caribenho como porta de entrada, o país tem recebido muitos visitantes para conhecer as suas belezas e a sua história, e entre eles, nós brasileiros.

Visitar uma ilha do Caribe, tem se tornado um sonho e destino desejado pelos brasileiros, e San Andrés com suas belezas naturais e por ser mais econômica quando comparada à outras ilhas como Cancún e Punta Cana, atualmente é a preferida dos brazucas. Apesar de não possuir o glamour e a estrutura das outras famosas do Caribe, vale muito a pena conhecer e provavelmente você como a maioria voltará um dia com certeza.

A mágica Cartagena das Índias é uma cidade dos sonhos, fica localizada ao norte da Colômbia e ao sul do mar caribenho. Suas famosas muralhas foram construídas pelo rei Felipe II com a finalidade de proteger a região dos piratas, e é a sua principal atração. Atualmente o Centro histórico, localizado no interior da cidade amuralhada ganhou o título de patrimônio histórico e cultural da humanidade, e nele encontramos a maior parte dos principais pontos turísticos da cidade.

Bogotá localizada a mais de 2600 metros de altitude, é a capital e o centro financeiro da Colômbia. É uma cidade multicultural, onde se misturam o passado, o presente e o futuro, construções modernas mesclam com outras de um passado colonial, possui muitas áreas verdes, incluindo aí um trecho da Cordilheira dos Andes, onde estão concentrados vários parques e montanhas que abrigam os santuários de Monserrate e Guadalupe, possui dezenas de museus e um centro histórico muito atraente e interessante.

Nos últimos anos, o governo do Equador favoreceu muito a área de transportes, dando acesso a baixo custo para a população como também para alavancar o turismo. E como o Equador é um país relativamente pequeno, com poucos aeroportos, as viagens são por terra mesmo com boa rede de ferrovia e rodovias que ligam as principais cidades. As passagens de ônibus são compradas em cima da hora nos guichês e os preços são muito acessíveis, acho que a mais barata de toda América do Sul.