Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

João Pessoa a terceira cidade brasileira, nas margens do Rio Sanhauá, onde fica o ponto extremo oriental das Américas, assinalado por um dos marcos geográficos do mundo, pouco adiante ao Farol do Cabo Branco, na ponta do Seixas, ficando portanto mais próxima do continente africano. Devido a isso é o primeiro ponto onde incidem os raios solares na América do Sul. A Cidade de clima agradável cujas praias mais procuradas são Tambaú, Cabo Branco, Manaira, Penha e Costa do Sol.

Foz do Iguaçu situa-se em uma localização privilegiada, na tríplice fronteira do Brasil com Argentina e Paraguai, no centro geográfico do Mercosul. Reconhecida como um destino turístico internacional, por abrigar uma das novas sete maravilhas da natureza, as Cataratas do Iguaçu, e a maior usina hidrelétrica do mundo em geração de energia, a Itaipu Binacional, a cidade se destaca como o segundo destino na preferência dos turistas estrangeiros que visitam o Brasil, segundo pesquisa da Embratur.

Kathmandu é a capital e maior cidade do Nepal, chegou a ser considerada a lendária e inacessível Shangri-La, possui quase hum milhão de habitantes, está localizada no centro do país, a 1370 metros de altitude. Foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1979, e foi embalada pelo movimento hippie nos anos 60, o que faz persistir até hoje em suas ruas e bairros uma certa aura de fantasia, magia e mistério. Foi fundada em 723 pelos newares.

O percurso entre Maragogi e São Miguel dos Milagres é um dos trechos mais bonitos da viagem, passando por Boqueirão e Japaratinga, num trajeto de cerca de uma hora, repleto de belíssimas praias praticamente desertas e cercadas por plantações de coqueiros (onde, na maré baixa, dá para avançar centenas de metros com a água pelo joelho). Apesar do caminho entre São Miguel dos Milagres e Maragogi ser feito em cerca de uma hora, vale a pena reservar pelo menos a metade do dia para passear pelas praias nas pequenas vilas de pescadores que cercam a estrada. Aproveite para almoçar numa das vilas por ali mesmo, onde qualquer morador sabe indicar um restaurante bom e barato que sirva uma suculenta peixada, especialidade local.

Seguimos em direção a Maragogi, passamos direto por Barreiros e entramos em São José da Coroa Grande, ultimo município pernambucano e conhecemos a praia do centro da cidade, com águas mornas e tranqüilas. Seu nome surge das coroas, formações rochosas que aparecem com a maré baixa e criam enormes piscinas naturais. Abriga alguns bares na orla e restaurantes com pratos à base de frutos do mar, não visitamos a Praia da Várzea do Uma e do Gravatá.

Continuando nossa viagem, seguimos pela estrada PE-60 em direção ao Município de Tamandaré distante 48Km de Porto de Galinhas, não entramos para visitar as praias da Enseadinha, Cacimbas e Toquinho, nem tampouco as cidades de Sirinhaém e Rio Formoso. Chegamos a Tamandaré e após a hospedagem almoçamos no Tapera do Sabor, onde fechamos o passeio para o dia seguinte até a Praia dos Carneiros.

Este é o primeiro post de uma série de quatro sobre a nossa viagem pela Costa dos Corais. Com extensão de 185km entre o litoral Sul de Pernambuco e o Norte de Alagoas, esse litoral possui uma das maiores Barreiras de Corais do Mundo. Nesse primeiro trecho da viagem vamos percorrer cerca de 70Km entre a cidade de Recife e Porto de Galinhas. A distancia é bem curta mas a ideia e ir desvendando as praias da região.

Deixamos para o gran finale de nosso giro pela Europa, Paris. Como pensar em uma viagem dessa sem conhecer essa metrópole romântica, bela, que respira cultura, não dá para ficar indiferente a magia que a cidade luz exerce sobre seus visitantes. Quem nunca sonhou em passar a lua de Mel nessa Cidade, ver de pertinho os encantos da Torre Eiffel, conhecer o Palácio de Versalhes, tomar um cafezinho em um dos cafés Parisienses ou simplesmente sentar à beira do Rio Sena para apreciar o entardecer.

Lucerna me encantou! Era para ser somente uma breve passada pela Suíça a caminho de Paris, mas as pouco mais de 24 horas que passamos por lá nos surpreendeu. Lucerna fica localizada entre as margens de um grande lago e as montanhas Rigi e Pilatus que forma um cenário surpreendente de rara beleza, não é à toa que Lucerna é considerada a mais bela cidade da Suíça.

Boa parte dos turistas que vem passear na Itália, ignora Milão, é certo que a capital da Lombardia não possui o charme da região da Toscana, nem a magia e o romantismo de Veneza e tampouco a história milenar de Roma, porém a cidade tem muitas atrações, e algumas das mais interessantes são a catedral(Duomo di Milano), a Galleria Vittorio Emanuele e o Teatro Alla Scala, visitados por nos na nossa breve passagem por essas terras.