Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Roteiro de onze dias pelo Chile

Santiago, Val Paraiso, Viña del Mar e San Pedro de Atacama

Vista da Cidade de Santiago

Pense em um país longo e estreito, meio que espremido entre a cordilheira dos Andes e o oceano pacífico, que por causa dessa configuração geográfica possui grande contraste, de um lado o deserto mais árido do mundo, de outro imensas geleiras, no centro uma cidade moderna e cosmopolita e tudo isso rodeado de vulcões, muitos deles ativos, esse é o Chile, país que voltamos a visitar depois de seis anos. Nesse roteiro de onze dia escolhemos destrinchar a sua capital Santiago e arredores e o espetacular Deserto de Atacama.

Essa viagem foi feita no finalzinho do outono, dias antes da abertura da temporada de inverno chilena. Na primeira parte da viagem, com duração de cinco dias, a ideia era conhecer (rever) vários pontos turísticos da Grande Santiago, como também outras atrações localizadas principalmente na pré-cordilheira como Farellones e Vale Nevado e na Cordilheira dos Andes como Cajón Del Maipo. Na segunda parte, reservamos três dias inteiros para visitar o Deserto de Atacama no norte do país, o deserto mais árido do planeta. Nesse post vamos mostrar informações gerais, necessária para sua viagem.

Para ler sobre outras regiões do Chile acesse o post Roteiro de onze dias pela região dos Lagos e Vulcões Andinos

Sobre o Chile

Chile
Mapa do Chile

O Chile é um país geograficamente incomum, tem cerca de 4 mil km de comprimento de norte a sul e só 175 km de largura, na média, o que faz com que o país seja considerado o mais estreito do mundo, espremido entre a cordilheira dos Andes e o oceano pacífico. Além disso fica em cima de placa tectônica de Nazca que esta sempre em choque com a Sul-americana, o que torna seu território propício a vulcões e terremotos. Isso torna o Chile um país diferente e fascinante onde encontramos desde desertos áridos a florestas glaciais. A longa fronteira com a Argentina, mais de 5 mil Km, permite que em uma mesma viagem muitas atrações do país vizinho possa ser visitada, como por exemplo Bariloche, através do Cruce Andino a partir de Puerto Varas.
Essa abundancia de diversidade tem atraído cada vez mais turistas brasileiro para o seu território em busca de conhecer lugares diferentes. Vários voos diários partem do Brasil para o Chile através de varias companhias aéreas brasileiras e estrangeiras.

Quando é melhor ir?

Depende! Se sua intenção e esquiar no sul do país, vá no inverno, é frio, mas você vai encontrar neve. Se quiser conhecer o sul e a Patagônia mas não quer pegar muito frio, vá no verão. A região do Atacama pode ser visitada o ano inteiro, chove pouco na região mas a amplitude térmica é considerável, as noites costumam ser bem frias e os dias bem quentes. Mesmo durante o dia no deserto se você for a lugares alto, pode esperar temperaturas congelantes. De uma maneira geral a primavera e o outono são épocas boas para conhecer tanto o norte quanto o sul do país, se bem que fui ao Atacama no inicio de junho e peguei temperatura fria de dia e congelantes a noite, choveu muito na região uma semana antes, inclusive com acumulo de muita neve, o que ocasionou o fechamento das estradas que cortam os Andes por vários dias e não conseguimos fazer alguns dos principais passeios da região.

O que conhecer

O país tem 15 Regiões, mas para efeito de turismo podemos dividi-lo em quatro, e dependendo do seu tempo pode fazer as duas primeiras em uma viagem e as duas últimas em outra. Então vamos a elas.O Norte, na região de Altofagasta, fica o Deserto de Atacama, o Centro está a capital Santiago e as cidades portuárias de Viña del mar e Valparaiso, o Sul, na região dos Lagos e Vulcões, ficam cidades como Pucón, Puerto Varas, Villarrica, Frutillar e Port Montt. Mais ao sul, na região da Patagônia, ficam cidades como Porto Natalés e Punta Arenas e Torre del Pane, um dos Parque Nacional mais surpreendentes do Chile.

Documentos necessários para viajar ao Chile

Não é necessário visto para nós brasileiros, os documentos válidos para entrar no pais são o passaporte válido ou a carteira de identidade oficial com foto e em bom estado (Não vale carteira de motorista!). Seguro de saúde também não é necessário, mas cá pra nós! O seguro não é tão caro, é você ainda evitar perrengues. Sempre que viajo para fora do país faço meu seguro. De uma conferida nos preços aqui.

Como é a imigração no Chile

É importante lembrar que o Chile tem um controle muito rígido com produtos de origem animal ou vegetal ( frutas, verduras, carnes etc.), portanto se esta levando algum desses não esqueça de fazer a declaração, não evita que o produto seja confiscado, mas evita uma pesada multa por tentar entrar “escondido” com produto proibido. Resumindo, evite levar qualquer tipo de alimento, mesmo o sanduíche que não comeu no avião.

Que Moeda levar ao Chile

A moeda chilena é o peso, no inicio você pode estranhar por ter três zeros a mais que a nossa, mas logo você acostuma.
Em Santiago o Real é bem aceito e a cotação até que é razoável, mas para outras regiões é melhor levar Pesos ou dólares. Os cartões de credito também são bem aceitos.
Para fazer a conversão você pode usar qualquer site conversor como esse da UOL. Para quem usa aplicativo no celular gosto muito do XE Currency que permite converter mais de 180 moedas.

Onde fazer Câmbio?

Chile
Placa com a cotação do dia nas lojas de Câmbio

O Aeroporto não é o lugar mais adequado para se fazer câmbio, a cotação normalmente é sempre muito inferior a outros da cidade. O local mais indicado em Santiago, onde o câmbio é mais vantajoso, são as várias casas localizadas na Calle Agustinas, entre a Calle Banderas e o Paseo Ahumada, com cotações bem superiores, inclusive algumas com placas contendo os valores para compra e venda de moedas de vários países.

Como não pagar o IVA em hospedagem no Chile

O IVA é um imposto sobre valor agregado cobrado na compra de produtos ou serviços. Muitas países cobram esse imposto, alguns com nome diferente como o VAT (Value Added Tax) na União Européia. E em muitos desse países é possível reaver parte desses imposto pago pelo visitante estrangeiro. Cada país tem sua regra, na Europa a devolução é dada em compras de determinados produtos (veja como funciona o tax Free nos países da União Européia clicando aqui), a Argentina, a partir de 2017, também passou a conceder a isenção das diárias de hotéis. No Chile o desconto de 19% é somente para hospedagem, mas atenção para as regras! Tem que pagar o hotel com dólares! Seja em dinheiro vivo ou cartão de crédito internacional, para que você evite pagar os 19% de IVA. Reais e pesos chilenos não dão direito a esse desconto. Cabe ressaltar que para ter direito a esse desconto, é preciso apresentar passaporte ou RG e o cartão de entrada no Chile, que indica a entrada a menos de 60 dias no país.

Gastronomia

Centolla

O imenso litoral Chileno permite que sua gastronomia seja rica em peixes e frutos do mar, porém as parrillas também são muito apreciadas, fazendo com que a culinária chilena seja saborosa e bastante diversificada. Quanto ao que beber, todos nós sabemos que o Chile é famoso por ser o principal produtor de vinhos da America do sul, não só pela quantidade, mais também pela qualidade. Então um bom vinho é sempre uma boa opção para todos os pratos e em qualquer época do ano em terras chilenas. Uma boa opção para comer bem e com um custo menor é pedir o menu do dia, que inclui uma entrada, prato principal e sobremesa, além da bebida.

Segurança

O Chile é hoje um dos países mais seguros da América do Sul. Dificilmente você terá noticia de alguém sendo roubado com uso de arma de fogo. O que existe, como em todo pais, são Pickpocket (batedores de carteira, principalmente em lugares com muita aglomeração, como pontos turísticos (Presenciamos uma tentativa de furto na Plaza de Armas no centro de Santiago) ou o Metrô, principalmente em horário de pico, portanto tome cuidado.

Como ir do aeroporto ao centro de Santiago

A principal porta de entrada do Chile é o aeroporto internacional Arturo Merino Benítez em Santiago distante cerca de 20km. Para Chegar ao Centro de Santiago o visitante pode escolher uma das opções abaixo.

De Ônibus

O aeroporto internacional de Santiago fica no distrito de Pudahuel, distante cerca de 17km do centro de Santiago. Um transfer pode sair bem caro para quem não tem com quem dividir.
A saída para economizar é tomar o ônibus de linha regular que sai do aeroporto e vai até o centro.
Este ônibus tem ponto fixo, entre os portões 4 e 5 da área de desembarque e fica na pista externa. O custo é de CLP 1700,00 ou CLP 3000,00 para ida e volta.
O publico que costuma tomar esta linha é uma mistura de turistas e locais que trabalham no aeroporto.
O ônibus tem compartimento para guarda de bagagens.
O ponto final fica no acesso à estação de metrô “Los Heroes” que é uma central e fica a duas quadras do Palacio La Moneda. Quem não for se hospedar pelo centro poderá tomar o metrô para uma estação mais próxima de seu local de estadia. Os ônibus circulam o dia todo, com saídas a cada 20 minutos a partir das 5:00h da manhã até a meia-noite.

Chile
Ônibus aeroporto – Centro de Santiago
De Táxi

Existem os táxis oficiais e os comuns, não pense duas vezes, escolha os oficiais, é mais seguro, você sabe quanto vai pagar pela corrida no guichê das empresas, ainda na área de desembarque do aeroporto, e você ainda pode pagar em dinheiro ou cartão de credito. O preço médio de uma corrida até o centro é em torno de 20 mil pesos e a viagem leva em torno de 30 minutos. Ainda sobre táxi, em Santiago temos os mesmo problemas que no Brasil, infelizmente boa parte dos taxitas de lá também tentam dar golpes nos turistas. Um dos golpes mais comum é trocar a nota que você deu para pagamento por uma de menor valor, tentando se aproveitar da sua ainda pouca intimidade com o dinheiro local. É importante ao entregar a sua nota, dizer em voz alta o valor dela para o taxita.

De Van

Se você esta em um grupo com mais de quatro pessoas e vai precisar de dois táxis para ir do aeroporto ao seu hotel, avalie a possibilidade de ir de VAN privada, o preço pode compensar. Na própria área de desembarque, também tem guichê para contratação. Usamos o serviço da Delfos Tranfer e pagamos 25 mil pesos para oito pessoas. Eles também aceitam cartão de credito.

O que fizemos no Chile?

Santiago em cinco dias

Foram cinco dias intensos na capital Chilena, os passeios foram escolhidos de forma a preencher todos os dias visitando o máximo de lugares possíveis.

Vinícola Concha Y Toro

Esse passeio é feito em meio período e optamos por fazê-lo a tarde para poder assistir a troca de guarda do Palácio de La Moneda, sede do governo chileno, que ocorre em dias alternados sempre as 10:00 horas da manhã. A tarde partimos para o nosso primeiro passeio, uma visita a Vinícola Concha Y Toro. É a viña mais turística do Chile, a preferida dos brazucas, com um esquema de visitação bem profissional, inclusive com tours guiados em português e com direito a efeitos especiais na bodega do Casillero del Diablo.

Chile
Concha y Toro
Valparaiso e Viña del Mar

As cidades litorâneas de Valparaiso e Viña del Mar, localizadas na orla do Oceano Pacífico, passando antes pela Vínícola Santa Emiliana.

Valparaiso
Cajón Del Maipo

O próximo destino foi conhecer um pedacinho da Cordilheira do Andes, localizado a aproximadamente 100 km de Santiago, o Cajón del Maipo. Esta região foi batizada com o mesmo nome do rio que corta grande parte desse vale, o Rio Maipo, e é composta por vales, rios e montanhas que nesta época do ano estavam todas cobertas por neve. Os principais atrativos do lugar são as piscinas naturais de águas termais e o grande e lindo lago Embalse El Yeso, formado pelas águas do degelo das montanhas nevadas dos Andes. É o reservatório responsável para abastecer grande parte de Santiago com água potável.

Cajón del Maipo
Farellones e Vale Nevado

Esse dia ficou reservado para o grupo literalmente “brincar na neve” em Farellones e conhecer o famoso Valle nevado.

Chile
Farellones

City-tour pela capital chilena.

Uma boa opção para fazer um City-tour por Santiago são os ônibus hop-on hop-off da Turistik. Também acontece todos os dias um tour grátis com guias da Freetour Santiago, a gorjeta é opcional, percorrendo a pé as principais atrações da capital chilena. Os horários de saídas acontecem as 10:00 e as 15:00 hs de segunda a domingo, com ponto de encontro em frente a Catedral na Plaza de Armas. Esses tours são guiados com explicação em português, espanhol e inglês.
Se o seu primeiro dia para um tour pelo centro histórico de Santiago, ocorrer numa segunda-feira, faça outro passeio, tipo uma vinícola, e deixe o centro histórico para a terça, pois La Chascona e Cerro San Cristóbal, não abrem neste dia. Achei muito legal e recomendo.

Deserto do Atacama – Três dias

Permanecemos 3 dias completos em San Pedro, mas o ideal são no mínimo 4 dias. São muitas combinações de passeios que podem ser realizadas, porém não podem ficar de fora algumas atrações descritas a seguir.

Lagunas Altiplânicas Miscanti y Meñiques, Salar de Atacama e Piedras Rojas

As Lagunas Altiplânicas juntamente com os Geyser del Tatio, são os passeios mais procurados no Atacama. São lagoas em tons azulados, rodeadas de montanha a 4200m de altitude. O Salar do Atacama é uma grande lagoa de sal que abriga centenas de Flamingos.

Chile
Laguna Chaxa
Geyser del Tatio combinando com Vale da Lua

Geiseres del Tatio, fica a cerca de 90 Km de distância e a 4.300 m de altitude de San Pedro, bem na base do vulcão Tatio, para observar de perto esta impressionante manifestação de atividade vulcânica tem que sair cedo, entre 4:00 e 5:00hs, mais vale a pena, existem poucos lugares no planeta onde pode presenciar esse espetáculo da natureza.

Chile
Geysers del Tatio
Termas Puritama combinada com Laguna Cejar, ojos del Salar e Laguna Tebenquinche

As Termas Puritama fica em um cânion a cerca de 30km de San Pedro do Atacama onde corre um rio com águas termais com temperaturas entre 25 e 30 graus, formando varias piscinas onde o banho é permitido. Tem estrutura com banheiros e vestiário. Você pode escolher entre ir pela manhã ou a tarde.
A Laguna Cejar concentra uma grande concentração de sal o que impede que o banhista afunde. Esse passeio também inclui uma visita a laguna Ojos del Salar e Laguna Tebenquinche.

Chile
Termas Puritama
Outros passeios

Têm o Valle del Arco Iris e um tour astronômico que é realizado à noite. O Salar de Tara com duração de 1 dia inteiro também é muito legal. Também existe outro com duração de 3 dias, atravessando a fronteira do Chile com a Bolívia, através do Salar de Uyuni. Reserve também meio dia para conhecer a pequena, porém badaladíssima cidade de San Pedro do Atacama e se ainda tiver tempo e preparo físico faça um tour de bike pelo deserto, com certeza será uma experiência única.

Chile
Bike pelo deserto

Veja outros Posts sobre o Chile

10 lugares imperdíveis da capital chilena

Como é o passeio a Vinícola Concha y Toro

Bom é isso, Gostou? Compartilha!

Conversa com o Editor...

Você sabia que pode fazer as suas reservas de viagem aqui? É só acessar um dos links abaixo dos nossos parceiros, você não paga nada mais por isso e ainda nos ajuda na manutenção do Blog. Pense nisso na sua próxima viagem!!!
Obrigado!
Herbert Terra


Faça sua reserva de hotel pelo Booking.com , o maior site de reserva do mundo. É fácil, rápido, seguro e ainda tem muitas opções com cancelamento grátis e você ainda encontra os melhores preços. Sempre uso o booking nas minhas reservas.

Booking.com

Vai viajar? Não esqueça o seguro! Não é muito caro e ainda evita perrengues nas suas viagens. Use o comparador da SEGUROS PROMO para escolher seu seguro com o menor preço.
Ah! Você ainda ganha 5% de desconto usando o cupom TOPERAMBULANDO5. Aproveite!

Alugue seu carro aqui com a RentCars! Ela compara os preços de centenas de locadoras mostrando os melhores preços para o carro de sua escolha. Compare!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *