Gramado, a princesinha da Serra Gaúcha - Tô Perambulando

Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Gramado, a princesinha da Serra Gaúcha

Nosso roteiro na Serra gaúcha totalizou 6 dias, sendo que no primeiro, após a hospedagem, passeamos pelas ruas do Centro de Gramado, conhecendo sua população etnicamente variada, com forte influência alemã e italiana, que reflete especialmente na sua deliciosa culinária e na bela arquitetura urbana e rural. Com uma economia voltada ao turismo, a cidade recebe anualmente milhões de turistas nacionais e estrangeiros.

A cidade estava superlotada, pois estava ocorrendo a 46ª edição do Festival de Cinema de Gramado, contando com a presença de vários artistas famosos.

Este evento é realizado no Palácio dos Festivais, em frente à Rua Coberta, bem no centro da cidade. Várias fotos foram tiradas na rua Coberta, que é um dos destinos mais famosos e visitados da cidade. São 100 metros de comprimento, cobertos por um teto de vidro, decorados com plantas e flores, que em virtude do festival, apresentava em toda sua extensão central um tapete vermelho, com vários Kikitos, troféu entregue aos vencedores, colocados em pontos estratégicos, por onde os convidados seguiam em direção ao Palácio dos Festivais, além é claro, dos tradicionais restaurantes. Conhecemos também a Igreja de São Pedro e a Fonte do Amor Eterno.

Gramado
Palácio dos Festivais
Gramado
Fonte do amor eterno

No segundo dia, visitamos cedo o Lago Negro, um parque a céu aberto bem no centro de Gramado. Possui águas verdes, sendo um ótimo lugar para fazer uma caminhada em seu entorno apreciando sua exuberante natureza ali presente. O lago recebeu esse nome, pois quando criado, foram plantadas árvores nativas da Floresta Negra, da Alemanha.

Gramado
Lago Negro

Bem em frente está o parque Alemanha Encantada, que foi inspirado nos contos dos Irmãos Grimm, retratando através de cenários a arquitetura e esculturas das histórias que um dia habitaram a imaginação e os sonhos de crianças e adultos. Nele há uma torre (ingresso pago), de 20 metros de altura, com um elevador panorâmico, onde Rapunzel espera seu príncipe encantado, e de onde tem uma vista inédita e privilegiada do Lago Negro. Complementando os cenários está o BierGarten, local de confraternização e alegria, onde pode-se apreciar chopes nacionais e importados, além de pratos típicos da culinária Alemã.

Gramado
BierGarten

Dalí seguimos para o Mini Mundo, essa é com certeza uma atração turística que você não pode deixar de visitar na cidade.

Nesse mundo em miniatura há uma réplica do aeroporto de Bariloche, Argentina com a Cordilheira dos Andes. Do Brasil, uma construção da Igreja de São Francisco de Assis, de Ouro Preto-MG, a Estação Ferroviária de São João Del Rey e o famoso Museu do Ipiranga de São Paulo, também impressiona pelos pequenos e belos detalhes. Neste mundo mágico tudo é pequeno, e você irá se sentirá um gigante caminhado entre castelos, casas e prédios, prefeitura, fórum, igrejas, restaurantes, ruas com carros de polícia, carros de corpo de bombeiro, ônibus, trens, aviões, lagos com barcos, ponte ferrovias, lojinhas, habitantes e animais. Andando neste parque você encontrará 3 personagens que interagem e fazem a alegria da garotada: a Bruxinha Ju, o Ursinho Gui e a Ursinha Ana. A tarde percorremos várias ruas do Centro de Gramado, conhecendo as lojas de roupas e chocolates.

Mini Mundo

No 3º dia resolvemos conhecer as atrações localizadas sobretudo na Av. das Hortênsias, principal via que liga Gramado a Canela, que fica a cerca de 8 Km, onde estão muitas atrações procuradas por turistas. A primeira visita é ao Mirante Belvedere, de onde se tem uma visão do Vale do Quilombo, a seguir vem a Aldeia do Papai Noel que ficam logo no início da avenida, bem próximo ao centro de Gramado, depois a próxima atração é o Mundo Encantado de Gramado, que fica ao lado do Hotel Laghetto Siena. Este é um parque temático que conta um pouco da história de Gramado. Todas essas atrações podem ser conhecidas através de uma fácil caminhada.

Continuando o percurso de carro na pista que dá mão em direção a Canela, caso queira conhecer um castelo, visite o Museu Medieval do Brasil Castelo Saint George, que fica na primeira rua após a fábrica de chocolate Prawer. A proposta do museu é remeter você a época medieval, com certeza você irá sentir-se como se estivesse em filmes medievais, como um Gladiador. Depois vem o Reino do Chocolate, que é uma loja temática dos Chocolates Caracol, a primeira do Brasil sobre o assunto. Ali dá pra conhecer um pouco da história do chocolate, ver a produção, degustar e comprar os chocolates. E um pouco mais adiante o Mundo a Vapor, um museu temático que apresenta réplicas de diferentes tipos de máquinas a vapor. Além disso, na fachada do museu da pra ver uma locomotiva de trem em tamanho real, representando um acidente que aconteceu em Paris, em 1895, na estação de Montparnasse.

Mundo a Vapor

Retornando a Gramado passamos em frente ao Museu da Moda e visitamos o Harley Motor Show, é um museu dedicado exclusivamente as motos Harley Davidson. Ali é possível ver vários modelos dessa marca, desde as mais antigas aos modelos mais recentes. Junto ao museu tem um pub.

Gramado
Harley Motor Show

No mesmo prédio fica o Museu de Cera Dreamland, dizem ser o primeiro museu de cera da América Latina, ali é possível ver algumas personalidades brasileiras e estrangeiras.

Museu de Cera Dreamland

Posteriormente visitamos o Salão Super Carros, uma pequena amostra do salão do automóvel de São Paulo, que reúne os carros mais incríveis do mundo. É um lugar inesquecível e imperdível para os apaixonados por carros.

Gramado
Salão Super carros

Assim como o Hollywood Dream Cars, também conhecido como Museu do Automóvel, onde você vai realizar uma” viagem a Hollywood” a dezenas de anos atrás, onde finalizamos nosso roteiro neste dia. Ali você verá uma coleção de carros antigos, como Cadillac, Rolls Royce, Jaguar, entre outros.

Gramado
Hollywood Dream Cars

Em nosso 4º dia, realizamos de carro, um tour pelas cidades das Serras gaúchas, começando por Nova Petrópolis, depois Caxias do Sul, Farroupilha, Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa.

Em Nova Petrópolis, tiramos fotos na Praça das Flores e no Labirinto Verde, porém não deixe de conhecer outras atrações da cidade, como o Parque do Panelão, o Moinho Rasche, o Parque Aldeia do Imigrante, a cervejaria artesanal Edelbraru e a Rua Coberta de Nova Petrópolis. Passamos por Caxias do Sul, depois por Farroupilha, berço da imigração italiana no Rio Grande do Sul que conserva muitos aspectos dessa cultura. Como as casas históricas que abrigaram os primeiros comércios, as igrejas, e construções imponentes que chamam atenção pela arquitetura conservada. Uma delas é o Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, o maior templo de fé do Sul do país. Além disso, a cidade possui parques e praças equipadas para receber visitantes, belezas naturais, museus, shoppings especializados em malhas e confecções, vinícolas que oferecem produtos de qualidade.

Labirinto Verde – Nova Petrópolis

Seguimos para Bento Gonçalves e a primeira parada foi no pórtico de entrada da cidade, que possui formato de um barril de vinho, é um local para tirar fotos e guardar de lembrança. Outra atração imperdível para quem tiver tempo é o Passeio de Maria Fumaça, conhecido como trem do Vinho, que sai de Bento Gonçalves, dá um stop na estação de Garibaldi e depois prossegue até a estação de Carlos Barbosa (ou vice-versa). Tem duração aproximada de duas horas, e você vai sentir a alegria e os costumes dos imigrantes italianos, traduzidos na comida, vinho, na música e nas encenações teatrais.

serras gauchas e catarinenses
Portal de Bento Gonçalves

Caso não tenha tempo para o passeio de maria fumaça, faça o passeio Caminhos de Pedra, uma atração muito bonita para quem tem pouco tempo na cidade. É uma autentica rota de 12 km que mostra a história da colonização italiana em Bento Gonçalves, passando por belas paisagens, cantinas coloniais, teares, lojinhas com produtos locais e pequenos restaurantes. Com esse roteiro você vai conhecer as atrações que caracterizam a fama de Bento Gonçalves, além de degustar deliciosos vinhos e experimentar a culinária italiana. Ainda tem o Vale dos Vinhedos que termina em Garibaldi, nossa próxima parada, com dezenas de vinícolas espalhadas pela rota. Cabe ressaltar que você não vai conseguir visitar todas, mas a tradicional Casa Valduga e a Vinícola Miolo merecem uma atenção especial.

Partimos para Garibaldi, a Capital Brasileira do Espumante, que oferece a “rota dos espumantes” com várias vinícolas para visitar, degustar e comprar a sua bebida. No centro fica a Cooperativa Garibaldi e à vinícola centenária Peterlongo (criadora do primeiro espumante do Brasil), a única vinícola fora da França autorizada a usar o termo “champagne”. Outras ficam fora do centro, como a Moet & Chandon, situada na BR 470, km 224. Vale uma visita também ao Vale dos vinhedos, com muitas vinícolas.

No último dia na Serra gaúcha, deixamos para conhecer Canela, primeiro a linda Catedral de Pedra, cartão postal da cidade, com seu estilo gótico é realmente linda e impressionante. Depois andamos por suas ruas e seguimos para conhecer o Parque do Caracol, famoso pela Cascata do Caracol, este parque é um dos lugares mais lindos da região. Perfeito para quem quer realmente entrar em contato com a natureza, pois no parque existem diversas trilhas, que levam para o meio da mata nativa e bem pertinho das corredeiras, que formam a belíssima Cascata Caracol, estrela do parque.

A 500 metros após o Parque do Caracol na estrada que leva ao Parque da Ferradura, está o Parque da Serra que possui uma área de grande potencial natural, porém a maior atração do parque são os Bondinhos Aéreos. No percurso o visitante desfruta de belas paisagens chegando até a Estação Animal, parte mais elevada do empreendimento, onde estão as trilhas auto-interpretativas. Descendo novamente de bondinho chega-se a Estação Cascata, um cenário espetacular que tem como pano de fundo a Cascata do Caracol.

Voltando em direção a Canela visitamos o Parque dos Dinossauros, o Jurassic Park brasileiro, hehehehe. São mais de 30 espécies de dinossauros representados no parque, e a visitação é livre, ou seja, faça o circuito da maneira que quiser. Por ser a céu aberto, é interessante deixar pra um dia de sol, ou que pelo menos não esteja chovendo.

serras gauchas e catarinenses
Parque Vale Dos Dinossauros – Canela

Na parte da tarde passamos no Snowland, mas não entramos. É o único parque de neve do Brasil, e foi baseado no clima dos alpes suíços, contando com mais de 16 mil metros quadrados de estrutura e várias atrações, tanto para adultos como crianças. Depois seguimos para visitar o Le Jardim Parque Lavanda, um lindíssimo jardim de flores, com diversas plantas exóticas e espécies inéditas de lavanda no Brasil. Posteriormente retornamos ao centro de Gramado, onde caminhando fomos até a Praça das Etnias, que é uma homenagem às três culturas responsáveis pela colonização de Gramado, a italiana, a alemã e portuguesa. Lá o coração bate em outro ritmo, entrando em compasso com o modo de vida do interior do Rio Grande do Sul.

A noite o grupo se reuniu numa das várias casas de rodízio de fondue existente na cidade para celebrar a despedida dessa linda e acolhedora cidade.

Nossas DICAS

  • A melhor opção para passear pelas Serras gauchas é de carro, pois neste caso você pode visitar as principais atrações. Você pode fazer a busca de preços de aluguel de carros, online aqui no nosso blog pela RentCars.com.
  • Outras opções para quem não dirige e quer conhecer quase todas atrações de gramado e Canela é o taxi ou ainda, pegar o ônibus turistico Bustour.
  • Onde ficar: Em Gramado há opções hospedagem para todos turistas, tem hostels, pousadas e hoteis. Nos hospedamos no Hotel Sky, com ótimo custo/benefício. Procure outras opções de hospedagem aqui no blog através do Booking.com.
  • Onde comer: Na Serra Gaúcha há diversas opções de restaurantes, para todos os preços e gostos.
  • Melhor época: Todo ano, porém cada estação tem seus atrativos diferentes.
  • Em Gramado uma boa opção é o Passaporte Dreams com 5 Parques em um só ingresso: Museu do Automóvel – Hollywood Dream Cars; Museu de Cera Dreamland; Harley Motor Show; Salão Super Carros e o Parque Vale dos Dinossauros. Muito mais barato do que comprado individualmente, sai quase 50% mais barato.
  • O Harley Motor Show e o Museu de Cera Dreamland ficam no mesmo local. Inclusive, quem quiser visitar as duas atrações, têm desconto.
  • Conhecer a fábrica de Chocolates Prawer, é a única que pode ver a linha de produção, mas infelizmente não é permitido fotografar. A visita acontece por dentro da fábrica e termina com degustação. A visitação acontece de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h30min e das 14h às 16h. Nos finais de semana e feriados, apenas a loja da fábrica está aberta e não é possível visitar a fábrica.
  • Na compra do passeio de maria fumaça, ganhamos de graça o tour Gramado e Canela.
  • Em Garibaldi a centenária vinícola Peterlongo, oferece atendimento de segunda a domingo, tem museu e visita guiada. A Cooperativa Garibaldi também funciona todos os dias da semana para visitação.

 

Veja outros posts sobre as Serras Gaúchas e Catarinense

Onze dias pelas Serras Gaúcha e Catarinense

A magia das Serras Catarinense

Cambará do Sul, os mais belos cânions do Brasil

Gostou? Então compartilha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *