Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

No horário marcado, as 8:00h a Land Rover, da agência Rota dos Aparados nos pegou na pousada em Cambará do Sul e partimos em direção à Cachoeira dos Venâncios, nossa primeira parada. O acesso à cachoeira é realizado em 13 km depois do trevo no asfalto para Jaquirana por estrada de terra até a entrada de uma fazenda de propriedade particular de nome Cachoeiras, onde é cobrado um ingresso no valor de R$ 5,00 por pessoa.

O parque abrange os municípios de Jacinto Machado, Praia Grande (SC) e Cambará do Sul (RS). Possui belezas visuais raras, como o Canyon Fortaleza, cachoeiras e espécies raras de fauna e flora. Coexistem na área do parque a floresta de araucárias, campos e a floresta pluvial atlântica.

São três as trilhas abertas ao público no Parque Nacional do Aparados da Serra, sendo as trilha do Vértice e a do Cotovelo na parte alta do parque, que permitem contemplar as principais atrações do cânion Itaimbezinho, com entradas por Cambará do Sul. E a Trilha do Rio do Boi na parte baixa do cânion que proporciona aos turistas mais aventureiros uma caminhada longa pelo interior do cânion que exige mais esforço físico.

Cambará do Sul é uma cidadezinha no alto da serra gaúcha a cerca de 190km de Porto Alegre. E o que essa cidadezinha pacata tem a oferecer para ser tão visitada? Uma natureza exuberante. Cambará do Sul é a porta de entrada para os maiores cânions brasileiros o Itaimbezinho no Parque Nacional do Aparatos da Serra e o Fortaleza no Parque Nacional da Serra Geral o que torna a cidade ponto de encontro para aventureiros e amantes da natureza.

Para todo montanhista está na trilha é o que importa, mas fazer um dos trekkings mais bonito do planeta não tem preço. Foi com esse pensamento que eu e meu parceiro de grandes aventuras Valdir Neves embarcamos nessa que com certeza foi até agora a nossa maior aventura, o Trekking ao Campo Base do Everest na cordilheira do himalaia no Nepal. Foram 16 dias de muita ralação, mas compensador pela beleza do lugar.

Kathmandu é a capital e maior cidade do Nepal, chegou a ser considerada a lendária e inacessível Shangri-La, possui quase hum milhão de habitantes, está localizada no centro do país, a 1370 metros de altitude. Foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1979, e foi embalada pelo movimento hippie nos anos 60, o que faz persistir até hoje em suas ruas e bairros uma certa aura de fantasia, magia e mistério. Foi fundada em 723 pelos newares.

O percurso entre Maragogi e São Miguel dos Milagres é um dos trechos mais bonitos da viagem, passando por Boqueirão e Japaratinga, num trajeto de cerca de uma hora, repleto de belíssimas praias praticamente desertas e cercadas por plantações de coqueiros (onde, na maré baixa, dá para avançar centenas de metros com a água pelo joelho). Apesar do caminho entre São Miguel dos Milagres e Maragogi ser feito em cerca de uma hora, vale a pena reservar pelo menos a metade do dia para passear pelas praias nas pequenas vilas de pescadores que cercam a estrada. Aproveite para almoçar numa das vilas por ali mesmo, onde qualquer morador sabe indicar um restaurante bom e barato que sirva uma suculenta peixada, especialidade local.

Seguimos em direção a Maragogi, passamos direto por Barreiros e entramos em São José da Coroa Grande, ultimo município pernambucano e conhecemos a praia do centro da cidade, com águas mornas e tranqüilas. Seu nome surge das coroas, formações rochosas que aparecem com a maré baixa e criam enormes piscinas naturais. Abriga alguns bares na orla e restaurantes com pratos à base de frutos do mar, não visitamos a Praia da Várzea do Uma e do Gravatá.

Continuando nossa viagem, seguimos pela estrada PE-60 em direção ao Município de Tamandaré distante 48Km de Porto de Galinhas, não entramos para visitar as praias da Enseadinha, Cacimbas e Toquinho, nem tampouco as cidades de Sirinhaém e Rio Formoso. Chegamos a Tamandaré e após a hospedagem almoçamos no Tapera do Sabor, onde fechamos o passeio para o dia seguinte até a Praia dos Carneiros.

Este é o primeiro post de uma série de quatro sobre a nossa viagem pela Costa dos Corais. Com extensão de 185km entre o litoral Sul de Pernambuco e o Norte de Alagoas, esse litoral possui uma das maiores Barreiras de Corais do Mundo. Nesse primeiro trecho da viagem vamos percorrer cerca de 70Km entre a cidade de Recife e Porto de Galinhas. A distancia é bem curta mas a ideia e ir desvendando as praias da região.