Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

10 passeios incríveis que você não pode deixar de fazer no Deserto de Atacama

Atacama

Por que viajar para o Atacama? É o deserto mais alto do planeta onde raramente chove, é árido, é inóspito, é longe de tudo, é quente e poeirento de dia e congelante à noite. Mas então, por que tanta gente vai para lá? Porque é mágico, inesperado, atraente, fascinante, com contraste que somente o Atacama possui.

É possível encontrar rios de águas congelantes proveniente do degelo nas montanhas com seus picos nevados e outros de águas termais aquecidas por campos subterrâneos de lava. Ver imensas áreas desérticas de rochas e areia rodeando imensos lagos de coloração impressionante. Vulcões imensos como o Licancabur, que é onipresente, e pode ser avistado de qualquer lugar. E o que falar dos Geyseres del Tatio, a quase 5000m de altitude, com colunas de vapor e gases que podem superar os dez metros de altura proveniente da eterna briga entre o frio das águas em contato com a lava incandescente. Esse deserto é tão fascinante que é capaz de florescer. O fenômeno consiste na aparência de uma grande diversidade de flores naqueles anos em que as precipitações são incomuns e superam a faixa normal para o deserto.

E para receber os visitantes de todas as partes do mundo, o pequeno mais aconchegante povoado de San Pedro do Atacama, um oásis no meio do deserto, e o principal ponto de encontro de viajantes, servindo de base para todos passeios no deserto, reunindo desde hotéis de luxo a pequenas pousadas e albergues, lojinhas de artesanato, restaurantes, bares e agências de turismo. Ali aportam gente do mundo inteiro, como simples turistas, aventureiros, motociclistas, astrônomos, cientistas e pesquisadores, tornando a vida na cidade agitada, mesmo depois da meia noite. Esse é Atacama, grandioso e surpreendente.

Enumeramos uma relação de 10 passeios imperdíveis no Atacama e deixamos para você escolher qual é o de sua preferência. Lembramos que vários passeios podem ser realizados combinados com outros.

1. Lagoas Altiplânicas e Piedras Rojas

Localização: Fica a 160 Km de San Pedro.
Duração: 07:00 – 16:00h
Visita: O Povoado de Toconao, Lagoas Miscanti e Meniques e Piedras Rojas. Geralmente incluídos café da manhã e almoço no pacote. Escondidas no deserto, a 4.200 metros de altitude, as lagoas altiplânicas são uma atração obrigatória para visitantes.
Em Piedras Rojas, outra surpresa: uma laguna verde, cercada por pedras vermelhas, montanhas e um vulcão no fundo. Como se não bastasse, flamingos para compor a paisagem.
As lagunas altiplânicas – Miscanti e Miniques, localizada no Altiplano da região de Antofagasta, na reserva nacional Los Flamencos, um dos lugares mais lindos do Atacama, com um visual é de tirar o fôlego. Duas lagoas azuis que deixam você na dúvida sobre qual é a mais bonita. As lagoas ficam na base dos vulcões e refletem o azul do céu em suas águas. Pequenas aves e vicunhas emolduram ainda mais o cenário. No inverno, o frio é intenso e a visitação é proibida.
Esse é um dos passeios com maior altitude pelo deserto, 4200m. Portanto, pode ser que você sinta algum mal-estar como dor de cabeça ou enjoo. Neste caso, o segredo é beber bastante água.

Atacama
Lagunas Altiplanicas

Atacama

2. Vale da Lua, Vale da Morte e Cordilheira de Sal

Localização: A 15 Km de San Pedro e 2.500m de altitude.
Saída: 15:00h
Visitas: Cordilheira do Sal, Três Marias, Anfiteatro, Mirantes e Pôr do Sol no Vale da Morte ou na Pedra do Coyote.
Esse passeio que não exige muito do turista, é obrigatório no roteiro de cada um e é um dos mais clássicos do Atacama. É aconselhável que seja feito no início da viagem para que o corpo vá se aclimatando com a altitude, e de preferência realize em um dia de sol. O vale tem esse nome por parecer com a superfície do satélite natural da Terra, a lua, é formado por imensas dunas de areia e esculturas rochosas naturais, resultado da erosão que ocorre lá. Você encontrará neste local alguns pontos importantes como Pedra do Coyote, Três Marias, Anfiteatro e uma mina de sal desativada. Realmente parece que você está em outro planeta.

Atacama
Vale da Lua

3. Termas de Puritama

Localização: Fica a 36 Km de San Pedro e 3.500m de altitude.
Duração: 08:30 – 12:00h e das 14:00 – 17:30h.
Esse relaxante passeio é realizado de preferência na parte da manhã, num dia ensolarado e no último dia da viagem, renovando assim com um gostoso banho nas águas termais, as energias perdidas durante toda estadia no Atacama.
Um rio subterrâneo de água transparente com temperatura aproximada de 30 graus, cercado de vegetação forma várias piscinas naturais de água quente, sendo a primeira exclusiva para hóspedes do Hotel Explora, que administra o lugar, definindo bem o que é um oásis no meio do deserto. No local existem vestiários e se o passeio for organizado por hotéis, há toalhas e roupões para os hóspedes.
No percurso até as termas, há uma parada para ver os cactos gigantes típicos da região, alguns centenários. Em algumas igrejas de povoados da região é possível observar esse tipo de material no teto, pois por ser resistente e leve, seu tronco foi muito utilizado nas antigas construções, mas atualmente essa planta é preservada.
Se você estiver com tempo e for adepto de uma caminhada, algumas agências combinam esse passeio com o Trakking de Guatin, deixando você bem pertinho das termas para curtir um delicioso banho depois da caminhada.

Chile
Termas Puritama

4. Laguna Cejar, ojos del Salar e Laguna Tebenquinche

Localização: Fica a 20 Km de San Pedro e 2.300m de altitude.
Duração: Passeio de meio dia, Saída as 15:00h.
Primeira parada é na Laguna Cejar, que apresenta em alguns trechos profundidade de até 18 metros, cuja água além de super gelada, apresenta alta concentração de sal que permite aos visitantes nadar no local sem afundar. A salinidade é tão grande que a laguna é conhecida como o mar morto da América do Sul. Depois uma passada pelo Ojos del Salar e o passeio termina com um magnífico pôr do sol na lagoa Tebinquiche.

Laguna Tebenquinche

5. Geyser del Tatio

Localização: Fica a 90 Km de San Pedro e 4.300m de altitude
Duração: 06:00 – 12:00h
Visitas: Campo Geotérmico, Piscina Termal e Povoado de Machuca. Incluído Café da manhã.
Outra atração que não pode faltar em seu roteiro. O passeio para o Geyser del Tatio começa cedinho, entre as 4:00 e 5:00 h da manhã, para que você chegue a mais de 4000 metros, no campo geotérmico El Tatio. O turista aguarda no meio dos gêiseres o sol nascer para comtemplar mais um belo espetáculo da natureza. O local é bem frio, leve agasalhos, pois a temperatura chega bem abaixo de zero grau. Mas acredite, existem piscinas naturais de águas vulcânicas com água a 40 graus. Se estiver coma a intenção de tomar banho, vá com roupa apropriada por baixo. Esta atividade é realizada, logo após o café da manhã, que é servido entre um gêiser e outro. As agências recomendam deixar este tour para os últimos dias, não apenas para encerrar em grande estilo, mas também em razão da altitude, visto que os gêiseres estão a 4.300 metros acima do nível do mar, e seu corpo estará mais adaptado no fim da viagem.
Este passeio pode também ser combinado com um pôr do sol na lagoa Tebinquiche.

Chile
Geysers del Tatio

6. Tour Astronômico

Localização: Fica a 8 km de San Pedro e 2.400m de altitude. Este tour é feito à noite e por este motivo é fácil encaixar em qualquer roteiro.
Duração: 21:30 – 23:00h
Visitas: Contemplação do céu do Atacama, acompanhado por guia nativo.
Incluído: Bebidas quentes.
Diversas agências realizam o tour. O número de pessoas é limitado, sendo por este motivo um tour bastante concorrido, que só acontece se as condições climáticas estiverem adequadas. Em noite de lua cheia também não acontece. Durante o passeio você tem uma aula básica de astronomia podendo entender e visualizar através do telescópio planetas, a Via Láctea, nebulosas, a lua, etc.
É aconselhável usar agasalho mais pesado, jaqueta corta vento, touca, enfim tudo que ajuda a abrandar o frio intenso na noite do deserto.

7. Tour de bike

Explorar de bicicleta as atrações naturais do Atacama próximas a São Pedro. Visitar de bicicleta Pukará de Quitor, antigas estruturas incas do século 12 situadas a três km do centro, ou a Quebrada del Diablo, na Cordilheira do Sal, ou até mesmo pedalar até o Valle de la Luna, são ótimas opções. Na Quebrada del Diablo, no vale de Catarpe, encontra-se o cânion Garganta del Diablo que ainda guarda o leito de um rio seco que um dia atravessou aquele local de paredes rochosas, em épocas de água mais abundante. Entre as sinuosas curvas de seus lindos paredões a temperatura é bem amena, sendo adequada para um excelente ponto de descanso para os ciclistas.
Na Calle Caracoles, no centro de São Pedro do Atacama, há diversas agências, onde é possível alugar bike ou contratar passeios guiados com carros de apoio para os ciclistas.

Chile
Bike pelo deserto

8. Voo de balão [Novo!]

Em agosto de 2016 surgiu uma nova forma de observar o Atacama, o voo de balão. O tour dura em torno de 1 hora e custa US$ 300 por pessoa.
O voo tem início por volta das 6 horas da manhã, quando ainda nem começou a clarear. A responsável passa as instruções de segurança, e logo depois do balão cheio e com todos a bordo, tem início o voo. O passeio sobrevoa as redondezas de San Pedro, depois um povoado cercado pelas Cordilheiras Domeyco e dos Andes. O imponente vulcão Licancabur está sempre presente.

9. Cidade de San Pedro do Atacama

Esse pequeno povoado é sim uma atração à parte, base para os passeios pelo Deserto do Atacama, é o resumo que o viajante vai encontrar nos dias que estiver hospedado ali. Ruas de terra, construções de adobe e um colorido andino estampado em roupas e acessórios expostos nos pequenos estabelecimentos comerciais da cidade. A Calle Caracoles é a via principal de San Pedro e concentra as principais agências de turismo e restaurantes, nela encontramos gente do mundo todo, num vai e vem constante.

Atacama
Calle Caracoles é a rua principal de San Pedro de Atacama

10. Vale do Arco Iris

Localização: Fica a 70 km de San Pedro e 3.500m de altitude.
Período: 08:00 – 13:00h ou 15:00 – 19:00h
Visitas: Caminhada no Vale do Arco-íris e Petroglifos de Yerbas Buenas.
O Valle del Arco Iris, está localizado em Matancilla, região de pastores ao norte de San Pedro, onde encontramos uma sequência impressionante de rochas policromáticas. Essas formações rochosas apresentam tons avermelhados através da presença da argila; o aspecto branco vem das cinzas provenientes de erupções vulcânicas; e a mistura de minerais é responsável pelo tom esverdeado.
Neste mesmo tour é possível conhecer os petróglifos de Yerbas Buenas, outra atração surreal do deserto.

Bônus: Salar de Uyuni

O tour ao Salar de Uyuni é feito em três dias, e é pura aventura, percorrendo o altiplano Boliviano, você conhece as lagoas branca e colorada aos pés do vulcão Licancabur, passa pelo salar Chalviri e suas piscinas termais, por lagunas cheias de flamingos e termina no salar mais alto do mundo. Existem duas opção, ida e volta saindo de San Pedro de Atacama, ou viajando todo o caminho até Uyuni e sendo deixado por lá.

Veja como foi a nossa aventura clicando AQUI!

Salar de Uyuni

Informações e curiosidades sobre o Atacama

  • Qual a melhor maneira de chegar no Atacama?

    Pode-se chegar ao Atacama de muitas maneiras, por estradas em ônibus a partir de Santiago, pelas fronteiras com Bolívia, Peru e Argentina por onde chega inúmeros aventureiros de carro ou de moto, ou de avião, via aeroporto de Calama, distante cerca de 100 km de San Pedro. Uma boa e barata opção para voar para Calama é usar a empresa domestica Chilena SKY Airline, existem várias opções de voos e os preços são bem em conta.

  • Como ir do aeroporto de Calama a San Pedro de Atacama?

    Se o seu hotel não oferecer trânsfer (ou se o trânsfer do hotel for muito caro), você pode contratar o traslado com as empresas Transvip e Licancabur. Agende com antecedência.

  • O que levar na mala para o Atacama?

    Um bom traje para passeios em qualquer estação do ano é camiseta, calça esportiva e jaqueta corta-vento, levando junto na mochila um agasalho mais quente, como um fleece, para os tours de maior altitude (Lagunas Altiplanicas, Salar de Tara). No passeio dos Geysers del Tatio, que acontece muito cedo pela manhã, mesmo nos meses de mais calor as temperaturas são negativas, e é preciso ir muito bem agasalhado: meias e segunda pele térmica, blusa de manga comprida, calça quentinha, um bom casacão de inverno, gorro, luvas e cachecol.
    No verão, use bermuda para passear na cidade ou em tours em menor altitude, onde vai estar mais quente (Valle de La Luna/Valle de La Muerte, Salar de Atacama). No inverno, reforce a mala com blusas de manga longa.
    Os calçados ideais para este tipo de viagem são aqueles de trekking, mas tênis de caminhada bastam para fazer os principais passeios com conforto.
    Leve também roupas de banho para os passeios com mergulho em águas termais ou lagoas (Geysers del Tatio, Termas de Puritama, Laguna Cejar).
    Além disso, é essencial levar também, óculos de sol; colírio ou soro fisiológico contra a falta de umidade e a poeira; hidratante para o corpo e para as mãos; chapéu ou boné; filtro solar; protetor labial; lenços de papel e gel antisséptico, que muitas vezes o banheiro é ao ar livre.

  • Que moeda levar para o Atacama?

    Se você vai direto ao Atacama, sem se hospedar antes por alguns dias em Santiago, leve dólares. A cotação do dólar é melhor do que a cotação do real em San Pedro de Atacama. Não se esqueça de que para conseguir isenção de 19% de IVA no seu hotel você precisará pagar em dólar vivo ou com cartão de crédito. Se você vai ao Atacama depois de uma estadia em Santiago, leve reais ou dólares para trocar na capital antes de seguir viagem para o deserto. As casas de câmbio do centro e dos bairros principais de Santiago têm as melhores cotações.

  • Cartões de crédito

    são aceitos em muitas lojas, restaurantes, hotéis e agências de receptivo, e existe caixa automático no centrinho do vilarejo para saques de emergência. E não custa nada repetir, não vale a pena comprar pesos chilenos no Brasil.

  • Qual a melhor época para visitar o Atacama?

    O deserto do Atacama é um destino para o ano inteiro. Para quem não tem medo de frio, a recompensa de viajar no inverno é encontrar paisagens nevadas. Para quem só pode viajar durante o verão, o inconveniente- são as chuvas que pode aparecer entre dezembro e março, durante o chamado “inverno altiplanico”. Se você pode viajar na primavera ou no outono, tanto melhor; fora da altíssima temporada, hotéis vão ter tarifas melhores, e a variação de temperatura ao longo do dia vai ser menos drástica.

  • Quantos dias são necessários para uma viagem ao Atacama?

    Você precisa de 6 dias para uma viagem ao deserto do Atacama sem deixar nenhum dos principais passeios de fora do roteiro: além de um dia para a chegada (e agendamento de passeios), 4 dias de tours pelo deserto, e mais outro dia para a volta pra casa.

  • Onde se hospedar no Atacama?

    O pequeno vilarejo de San Pedro de Atacama é a base para se conhecer o deserto. Se puder bancar os hotéis mais sofisticados, que têm passeios e refeições inclusas, não hesite nem por um segundo. Mas se o orçamento tiver apertado, fique no centrinho do vilarejo, onde há pousadas confortáveis. Encontre seu hotel no Atacama aqui no Booking.

  • Como decidir a ordem dos passeios no Atacama?

    É muito importante. Não apenas para deixar o melhor para o final, mas principalmente para permitir que o corpo se aclimate gradativamente com a altitude. Valle de La Luna/Valle de La Muerte e Salar de Atacama estão em altitudes próximas de 2500m sobre o nível do mar, e são bons passeios para o começo da aventura pelo deserto. As Lagunas Altiplânicas, Salar de Tara e Gêiseres del Tatio estão acima de 4000m sobre o nível do mar e devem ficar para o final da viagem e, nesta ordem, fazem com que o roteiro vá chegando ao seu desfecho com paisagens cada vez mais incríveis, a cada dia.

  • Outras dicas

    – Os principais passeios pelo deserto são mais contemplativos, não sendo preciso grande esforço físico para conhecê-los.
    Não é regra, mas é comum sentir um efeito ou outro da altitude enquanto o corpo se adapta: dor de cabeça, tontura, falta de ar ou enjoo são comuns. Para evitar o mal estar: Comece os passeios por aqueles em menor altitude; Pegue leve nas bebidas alcoólicas e não faça refeições pesadas; Tome água em pequenos goles, o tempo todo e caminhe com calma e respeite o seu ritmo.

  • É desaconselhável alugar carro e fazer passeios por conta própria no Atacama, a não ser que você tenha muita experiência em viagens off-road.

    Bebidas alcóolicas: Em San Pedro, bebidas alcoólicas nas ruas são proibidas e não há bares. Nos restaurantes, para beber, é preciso consumir alimento.
    É proibido dançar: Pode parecer piada, mas é verdade: existe uma lei municipal em San Pedro que proíbe dançar na cidade.

Gostou? Compartilha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conversa com o Editor...

Você sabia que pode fazer as suas reservas de viagem aqui? É só acessar um dos links abaixo dos nossos parceiros, você não paga nada mais por isso e ainda nos ajuda na manutenção do Blog. Pense nisso na sua próxima viagem!!!
Obrigado!
Herbert Terra


Faça sua reserva de hotel pelo Booking.com , o maior site de reserva do mundo. É fácil, rápido, seguro e ainda tem muitas opções com cancelamento grátis e você ainda encontra os melhores preços. Sempre uso o booking nas minhas reservas.

Booking.com

Vai viajar? Não esqueça o seguro! Não é muito caro e ainda evita perrengues nas suas viagens. Use o comparador da SEGUROS PROMO para escolher seu seguro com o menor preço.
Ah! Você ainda ganha 5% de desconto usando o cupom TOPERAMBULANDO5. Aproveite!

Alugue seu carro aqui com a RentCars! Ela compara os preços de centenas de locadoras mostrando os melhores preços para o carro de sua escolha. Compare!!