Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Perambulando pela Europa Nice & Mônaco

Saint-Tropez, Saint Raphaël, Cannes, Antibes e Nice

Monaco_650x120

9º Dia: Viagem para a Costa Azul – França

Deixamos Barcelona as 07:30h em direção à cidade de Nice, passando pela Provence já em terras francesas, uma região belíssima com um céu quase sempre azul pontificando a harmoniosa e linda cadeia de montanha de Luberon, que inspirou pintores impressionistas como Van Gogh, Monet e Gauguim. A principal cidade da região é Marseille, com seu porto e outras pequenas e charmosas cidades como Aix, Roissillon, Gordes, Baux e Ménerbes, completam este belo cenário que encantam a todos quando passam por essas paragens. Almoçamos na região da Provence e entramos na Côte d’Azur que vai de Toulon até Monaco, passando por Saint-Tropez, Saint Raphaël, Cannes, Antibes e Nice, para citar somente as cidades mais conhecidas. Da autoestrada observamos paisagens espetaculares em ambos os lados, do direito o espetacular litoral proporcionado pelo Mar Mediterrâneo e do esquerdo lindas paisagens com mansões nas montanhas. Paramos em um mirante na estrada de onde belas fotografias da sensacional cidade de Cannes foram tiradas. Enfim por volta das 19:00h chegamos a Nice, a capital da Riviera Francesa ou Cote d’Azur, uma cidade muito interessante, bonita, badalada, agradável, exuberante, ponto de encontro da alta sociedade européia e além é claro do glamour das inúmeras grifes, carrões e casarões, mas que não se reduz a apenas isto, ela é também uma cidade culta, com muitos museus e galerias de arte que conseguiu um sábio equilíbrio entre autenticidade e ostentação. A cidade também foi abençoada pela mãe-natureza, pois está localizada na Baía dos Anjos, em meio a muitas áreas verdes, tendo 8 km de praias mediterrâneas de águas azuis transparentes, sol quase o ano inteiro e para completar ainda tem os Alpes no cenário de fundo.
Depois do jantar no hotel, ainda deu tempo para um passeio à beira mar à noite pela Promenade des Anglais, ou “La Prom” como dizem os locais, que é a avenida mais badalada de Nice. Conhecemos o Hotel Negresco, que é a construção mais famosa da cidade, com status equivalente ao de um Copacabana Palace da Riviera Francesa. Passamos pelo Cassino de Nice e outros monumentos desta fantástica cidade. Uma volta pela praia e pelo centro já bastou para saber porque Nice é a segunda cidade turística francesa, após Paris.

10º Dia: Nice – Mônaco

No dia seguinte saímos para conhecer a mágica cidade de Mônaco que parece ter sido tirado de um conto de fadas, seguimos através da Moyenne Corniche (Corniche Média), uma estrada no alto da encosta que apresenta uma visão encantadora do Mediterrâneo, Paramos em alguns mirantes para fotografar o lindo visual das baias repletas de inúmeros e belos iates, parando também em uma das mais antigas fábricas de perfume do mundo, a Fragornard, que fica perto da entrada de Eze. Este pequeno e pitoresco vilarejo do sul da França, é conhecido como “ninho de águia” por estar localizado no alto de um penhasco a 472 metros acima do nível do mar com bela vista para o Mediterrâneo. Se tiver tempo caminhe por suas ruelas medievais e visite seu castelo.

Corniche em francês quer dizer, Estrada localizada ao lado da montanha. As Corniches da Riviera são muito populares entre os turistas e sâo compostas por três percursos distintos, cada uma oferecendo uma perspectiva particular na costa do Mediterrâneo: a Grande, Média e Pequena Corniche.

Chegamos ao principado de Mônaco que é o segundo menor país do mundo, depois do Vaticano. Uma das melhores e mais interessantes coisas em Mônaco é andar pelas ruas e apreciar de perto como tudo é chique neste principado. Belos jardins, construções que são uma verdadeira obra de arte, maravilhosos iates atracados nas diversas marinas, ruas extremamente limpas e o ponto central que é o glamoroso Cassino de Monte Carlo, cercado de muitos carros luxuosos. O turista pode tentar a sua sorte no Grand Casino de Monte Carlo ou simplesmente visitá-lo sem jogar, pagando uma taxa para entrar. O traje é a rigor, mas entrei de bermuda e de graça, hehehehehe. Continuando a caminhada e parando em frente a curva do cassino e na entrada do túnel e depois passando no local do grid de largada marcado na pista, da para imaginar Mônaco nos dias que antecedem e ocorre a mais charmosa das corridas de F-1. Deve ser uma coisa surreal, com hotéis lotados, cassinos entupidos de gente endinheirada apostando alto, realmente deve ser uma loucura. Visitamos também a Catedral de Mônaco, onde estão enterrados a Princesa Grace Kelly e outros membros da família real. Seguimos até a Place du Palais, onde se encontra o Palais du prince, admiramos ali a paisagem dos barcos no mar e se ainda tiver tempo espere o horário da troca da guarda, é fantástico. Almoçamos em um dos muitos restaurantes existentes perto da praça. Outros pontos turísticos de Mônaco incluem o Monaco-Ville, Monaco Opera House e o jardim exótico .
Voltamos a Nice pela Baixa Corniche, situada a 50 metros acima do nível do mar, que no verão geralmente está engarrafada, passamos primeiro por Cap d’Ail onde admiramos a sua pequena enseada de águas cristalinas, depois por Eze sur Mer e entramos em uma zona aninhada aos pés das falésias chamada de “Pequena África”, passamos também por um pequeno e chique resort de nome Beaulieu-sur-Mer que ainda carrega as cicatrizes da prestigiada Belle Epoque, depois pela península de Cap Ferrat, a quase ilha de milionários, pelo pequeno porto de Villefranche tao lindamente entalhado, chegando finalmente no hotel em Nice. Aproveitamos o resto da tarde e voltamos novamente a ‘La Prom’ que com seus 4km de extensão é a principal passarela da cidade, para moradores, turistas, ciclistas, skatistas, famílias inteiras e até mesmo de banhistas que não se incomodem com praias sem areia.

À noite fomos a também a badalada Avenida Jean Médecin. A principal via comercial de Nice que mais parece um shopping a céu aberto, lá estão as filiais de praticamente todas as grandes redes europeias, livrarias, lojas e galerias, além de grifes e inúmeros produtos de alta qualidade. Muito cuidado ao atravessar a rua para não ser atropelado pelos bondes, eles passam bem pertinho da gente. O sistema de transporte público de Nice conta com modernos e rápidos bondes ou Tramway, que parecem contrastar com os prédios em estilo clássico da cidade. A implantação deste sistema fez parte do projeto de revitalização da parte central da cidade, privilegiando áreas de pedestres e visando diminuir o trânsito e a poluição no centro. Retornamos ao hotel para o pernoite, pois no dia seguinte bem cedo íamos viajar para Roma na Itália.

Considerações finais

A Cidade mais badalada da Riviera francesa é o majestoso e ensolarado balneário de Nice, um paraíso de praias banhadas pelo Mediterrâneo, com mar calmo de águas azul-turquesa. Possui na orla uma Avenida chamada Promenade des Anglais, ou Passeio dos Ingleses, com um imenso calçadão de 4 km de extensão, com ciclovia e muitos bancos com vista para o mar, muito semelhante a nossa Avenida Atlântica em Copacabana no Rio de Janeiro, porém um detalhe neste magnífico e impecável cenário chama a atenção de todos e ficou marcado em nossas mentes. As praias de Nice não possuem aquelas enormes faixas de areia típicas do litoral brasileiro, elas são compostas de pedrinhas e cascalhos. Sim, não existe areia por lá.

Qualquer passeio a Nice deve tomar como ponto de partida a ‘Promenade des Anglais’, nesta avenida acontece de tudo, e nos finais de tarde encontramos jovens andando de patins, bicicleta e skate, gente caminhando e correndo, gente namorando, casais passeando, banhista no calçadão, topless na praia de cascalho, hehehehe e muito mais. À noite, a orla vira um agitado ponto de encontro nos bares e restaurantes, com muitas ferraris, BMW e outros carrões e gente bonita de um lado para o outro. Durante todo ano esta avenida também se transforma em palco de muitos eventos na cidade, como os festivais de verão, as competições esportivas e o tradicional carnaval, que dura 15 dias. Trata-se portanto de um verdadeiro centro de acontecimentos, lugar para ver e ser visto, por isso concluímos que “La Prom”não é apenas a mais famosa da costa azul, é o autêntico point do pedaço.

Nice é a capital da região de Alpes-Meritimes e seu clima é de céu azul e ensolarado durante 300 dias do ano, as constantes brisas do mar amenizam a temperatura máxima de 30ºC no verão. Já a mínima no moderado inverno é de 8ºC, o que torna compreensível ela ter caído no gosto dos ingleses desde o século 19 e no decorrer dos anos continuar atraindo também muitos imigrantes espanhóis e portugueses, e tendo ainda até hoje uma nítida influência italiana no dia a dia da cidade, além é claro dos brasileiros se interessar cada vez mais por este destino nas férias de meio de ano.

Não deixe de conhecer a região conhecida como ‘Vieux Nice’ (cidade antiga) que ainda hoje preserva todo charme original. Explore os labirintos formados por estreitas ruelas, e prédios onde a cor amarela e laranja predominam sob telhados vermelhos. Lá estão pequenos restaurantes, igrejas, mercadinhos, bares, terraços, mercados de flores, lojinhas diversas e muitos turistas, fotografando tudo que encontram pela frente.

Além do forte apelo turístico, Nice oferece também muitas opções de compras, por isso tornou-se uma cidade fashion e está tomada por lojas de grife e muitas butiques chiques.

Para desvendar toda essa exuberante Côte d’Azur, esta magnífica região francesa pode ser percorrida de carro, pois possui ótimas estradas e belas cidades muito próximas umas das outras, tudo pode começar em Mônaco, a apenas 21 km de Nice. O principado é puro glamour em todos os cantos, marinas superlotadas de imensos e bonitos iates e barcos, carros luxuosos em cada esquina, e gente bonita de todas as partes do mundo. Não existe sujeira nas ruas, não há pobreza nem violência, é com certeza um dos lugares mais chique e charmoso da Europa. Andar a pé pela pista onde é realizado o Grande Prêmio de Fórmula 1 e conhecer o mais badalado cassino do mundo, simplesmente não tem preço. Não deixe de conhecer também o igualmente belo balneário de Cannes e a badaladíssima Saint tropez. De Nice a Cannes a viagem dura apenas 30 minutos e são 33 km até a cidade mais culta da costa francesa, meca do cinema europeu, que conta com belas e calmas praias e uma vida social bem agitada. Lugar perfeito para comer peixes e frutos do mar acompanhados do tradicional champanhe francês.

De Nice até Saint tropez são aproximadamente 100 Km com duração de 1:30h de viagem até a cidade formada antigamente por uma vila de pescadores, e que atualmente é um dos pontos mais badalados de veraneio da França, principalmente entre os jovens milionários e estrelas de Hollywood atrás de um belo bronzeado. A transformação da cidade de vila de pescadores para ponto turístico deu-se nos anos 60, quando a atriz francesa Brigite Bardot se mudou para Saint Tropez.
E finalizando apenas dois lembretes, todas essas e algumas outras cidades dessa região não mencionadas aqui podem ser percorridas também de trem e que os franceses não fazem a menor questão de falar inglês, inclusive com os turistas. Por isso, vá sabendo, pelo menos, um bonjour (bom dia), merci (obrigado) e s´il vous plaît (por favor). Hehehehehe.

Texto: Valdir Neves

Veja as Fotos

As dicas para quem vai a Costa Azul

Onde ficar

Albergue Chez Patrick

É super bem localizado, seguro, limpo e o Patrick é uma graça de pessoa.

www.chezpatrick.com

O que fazer

  • Nice está situada relativamente perto de outras cidades da Riviera Francesa, como Saint Tropez e Cannes, as quais são também boas opções para turismo. Também bem próximo está o chique Principado de Mônaco.
  • TRANSPORTE: De busão, são 40 linhas (quatro delas noturnas) que cobrem todos os pontos turísticos. Há, ainda, uma linha de bonde que interliga o centro às zonas norte e leste da cidade. O single ticket (bilhete único) vale para ambos os meios de transporte.
  • Como o táxi é meio caro por lá, recomenda-se usá-lo apenas quando se estiver com pressa. Aproveite a vantagem da cidade ser relativamente plana, para andar a pé ou de bicicleta.
  • Já para quem chega de avião, o aeroporto da cidade é o segundo mais movimentado da França e fica só a 7 km do centro. Um serviço de shuttle sai do terminal a cada meia hora. A linha de trem também passa pela região e leva até as vizinhas Mônaco e Cannes.
  • Fábrica de perfumes franceses Fragonard, que se localiza perto da entrada da cidade de Èze, onde vc poderá fazer um tour gratuito. O meio mais fácil de ir à Éze é de ônibus, que parte da gare routiere, no centro de Nice.

Onde comer

As ruelas próximas ao Palacio Real existem muitos restaurantes a 16,00 euros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. lindas as fotos,gostamos muito de viajar com voces,vou ficar ligada,quando puder mandar alguma foto nossa.PAULO e MAURINA ficaria feliz pois tens mais qualidade nas fotos.A nossa de PARIS A NOITE ficou horrivel..abracos a todos.

Conversa com o Editor...

Você sabia que pode fazer as suas reservas de viagem aqui? É só acessar um dos links abaixo dos nossos parceiros, você não paga nada mais por isso e ainda nos ajuda na manutenção do Blog. Pense nisso na sua próxima viagem!!!
Obrigado!
Herbert Terra


Faça sua reserva de hotel pelo Booking.com , o maior site de reserva do mundo. É fácil, rápido, seguro e ainda tem muitas opções com cancelamento grátis e você ainda encontra os melhores preços. Sempre uso o booking nas minhas reservas.

Booking.com

Vai viajar? Não esqueça o seguro! Não é muito caro e ainda evita perrengues nas suas viagens. Use o comparador da SEGUROS PROMO para escolher seu seguro com o menor preço.
Ah! Você ainda ganha 5% de desconto usando o cupom TOPERAMBULANDO5. Aproveite!

Alugue seu carro aqui com a RentCars! Ela compara os preços de centenas de locadoras mostrando os melhores preços para o carro de sua escolha. Compare!!