Arquivo para Trekking - Tô Perambulando

Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Com quase 2.792 metros de altitude, o Pico das Agulhas Negras é o ponto culminante do estado do Rio de Janeiro e o quinto mais alto do Brasil. Esta linda montanha está localizada na Serra da Mantiqueira no planalto de Itatiaia, e faz parte do Parque Nacional de Itatiaia. O trekking ao seu cume é um dos mais concorridos do parque, mais é imprescindível a presença de um guia que conheça a área e tenha conhecimento em técnica de montanhismo.

O Parque Nacional de Itatiaia,foi criado em junho de 1937, sendo o primeiro Parque Nacional do Brasil. Com mais de 30 mil hectares, está situado na Serra da Mantiqueira, abrangendo os municípios de Itatiaia e Resende no Estado do Rio de Janeiro e Bocaina de Minas e Itamonte no Estado de Minas Gerais, chegando até a divisa com São Paulo. Esta Unidade apresenta um relevo caracterizado por montanhas e elevações rochosas, com altitude variando de 600 a 2.791 metros, no seu ponto culminante, o Pico das Agulhas Negras.

Quem gosta de natureza e aventura não pode deixar de conhecer os Parques Nacionais e Estaduais Brasileiros. Aqui enumeramos e damos as dicas de alguns deles, com suas principais atrações e a melhor época para conhece-los. A maioria deles são bem estruturados para receber visitantes. Alguns não precisão de guias, mas para algumas trilhas é aconselhável. Veja tudo neste post sobre os principais parques no Brasil.

Depois de 6 anos voltamos a Chapada Diamantina, desta vez para fazer um dos trekkings mais bonitos do Brasil, o Trekking do Vale do Pati. Além disso voltamos a lugares espetaculares que estivemos na nossa última vez, como a Cachoeira da Fumaça, Cachoeira do Buracão e o Poço Azul. Foram onze dias de muita aventura em companhia de uma galera muito especial. Veja agora o nosso Roteiro completo.

Continuando nossa aventura pela Chapada Diamantina, chegou a vez da mais aguardada e também a mais difícil de todas, o Trekking no Vale do Pati, considerado por muitos o mais bonito do Brasil. Foram cinco dias de muita ralação, mas em total harmonia com a natureza, sem telefone, sem internet, sem barulho de carro, sem poluição, cruzando rios e Cachoeiras, subindo serras e explorando grutas, sempre cercado de paisagens espetaculares. Veja o relato escrito pelo meu parceiro de Blog Valdir Neves.

É uma linda travessia, moderada, em grande parte realizada em terreno plano, caminhando nos campos gerais do Morrão, com um pequeno declive no meio do trajeto, onde é necessário cruzar um rio, porém é uma trilha longa. Durante todo percurso ficamos bastante expostos ao sol, o astro-rei não deu moleza, mas em compensação desfrutamos de belos visuais do Pai Inácio, da Serra dos Cristais, do Sobradinho, Morro do Camelo, e das serra da Cravada e do Mucugezinho.

No nosso segundo dia em Ibitipoca, acordamos cedo e novamente nos dirigimos em direção ao parque para realizarmos os 11 Km (ida e volta) do Circuito da Serra do Pião. Neste dia o grupo estava completo, então fomos para o parque dividido em 2 grupos, por ter apenas um carro disponível. Enquanto aguardávamos o outro grupo na portaria do parque, fomos agraciados com a presença de um mono carvoeiro, o maior primata do Brasil, pulando de galho em galho, um colírio para nossos olhos.

Há muito tempo pretendíamos voltar a Conceição de Ibitipoca, para refazer a trilha da Janela do Céu e do Circuito das Águas, e fazer a trilha do Pico do Pião que não realizamos. Desta vez o grupo formado por Gabriel, Daniel, Diego, Thiago, Ismar, Herbert e eu, partiu sexta-feira à tarde em dois carros em direção ao Parque Estadual de Ibitipoca, localizado nos contrafortes da serra da Mantiqueira, entre o Rio de janeiro e Belo Horizonte, no Município de Lima Duarte.

Atualizado em 17/04/2016

Este pedacinho do céu chamado Conceição do Ibitipoca é um distrito do município de Lima Duarte-MG, localizado na zona da mata mineira, em plena Serra da Mantiqueira a 1.250m de altitude no sudeste de Minas. Com paisagens inesquecíveis, este paraíso não é simplesmente um lugar acolhedor, é a soma das energias e do alto astral do seu povo simples e hospitaleiro.

No horário marcado, as 8:00h a Land Rover, da agência Rota dos Aparados nos pegou na pousada em Cambará do Sul e partimos em direção à Cachoeira dos Venâncios, nossa primeira parada. O acesso à cachoeira é realizado em 13 km depois do trevo no asfalto para Jaquirana por estrada de terra até a entrada de uma fazenda de propriedade particular de nome Cachoeiras, onde é cobrado um ingresso no valor de R$ 5,00 por pessoa.