Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Cruce Andino: Travessia de Puerto Varas à Bariloche

Veja como é o Cruce Andino

Cruce Andino

O Cruce Andino é uma das formas de se fazer a travessia entre as cidades de Puerto Varas no Chile e Bariloche na Argentina através Lagos Andinos. É um passeio que você contrata nas agências de turismo e intercala trechos de navegação em grandes Catamarãs pelos dos Lagos Andinos e trechos por terra em Micro Ônibus. Este passeio dura o dia inteiro no verão e leva dois dias no inverno com pernoite em Peulla. É um dos passeios mais bonitos da região, muito bem organizado, mas já vou adiantando, também é um dos mais caros. Existem outras duas formas de se fazer essa travessia, via terrestres de ônibus ou de carro e é claro de avião. Mais não é o propósito do post mostrar as possibilidades de ligações entre as cidades e sim informar como é o Cruce Andino.

Cruce Andino
Mapa do Cruce Andino

Como já mencionei o preço é caro, para 2016 está em US$ 240 (passeio de um dia), mas você pode consultar o preço e fazer reserva no site da Cruce Andino. Se for fazer através de uma operadora procure saber se eles passam no seu hotel para pega-lo.

Cruce Andino
Imagens do Cruce Andino
Cruce Andino
Imagens do Cruce Andino

No nosso caso, pegamos um táxi que nos levou até a agência, onde um ônibus nos pegou para iniciar o passeio. O Cruce Andino realiza uma linda travessia dos lagos que rodeiam a Cordilheira dos Andes, uma das mais belas regiões do nosso continente. Este passeio com apenas um dia é realizado somente entre os meses de setembro a março, devido os dias serem mais longos e é recomendado nos dias de sol e menos frio, pois só assim podemos ficar na parte externa da embarcação para tirar fotos e observar melhor a paisagem, na época do inverno andino são feitos em 2 dias com pernoite em Peulla.

Cruce Andino
Imagens do Cruce Andino

Saímos de Puerto Varas as 08:00h com destino a Petrohué, margeando o Lago Llanquihue, com imponentes vistas do Vulcão Osorno e Cabulco que dominam toda paisagem da região. Ingressamos no Parque Nacional Vicente Pérez Rosales onde visitamos os Saltos de Petrohué, caprichosas formações de rochas vulcânicas que formam lindas cataratas com águas cor de esmeralda.

Cruce Andino
Saltos de Petrohué

Percorremos mais um pequeno trecho de ônibus e chegamos a um caís onde um grande catamarã com capacidade para quase 200 pessoas no aguardava. Navegamos pelo Lago Todos los Santos até Peulla. Este é o maior lago do percurso e possui uma área de 175 Km², com uma largura máxima de 36 Km. Paisagens incríveis se abrem diante dos nossos olhos, como lindos bosques de árvores nativas, como os coigues, ulmos e olivillos e nos arredores, os vulcões Osorno, Puntiagudo e Tronador. Os melhores ângulos do vulcão Osorno são vistos desse lago.

Cruce Andino
Catamarã que faz a primeira parte da travessia
Cruce Andino
Vulcão Osorno visto do Lago todos os Santos
Cruce Andino
Imagens do Lago Todos os Santos

Chegamos a Peulla as 12:00h, uma Vila ecológica, paraíso dos amantes da natureza, onde várias atividades podem ser feitas nos arredores, como cavalgadas, pesca esportiva, passeio de jipe 4×4, navegação e trekkking. Para almoçar só tem 2 lugares, o Hotel Peulla e o Hotel Natura, no primeiro é mais barato e rápido e logo após o almoço as 14:00h saímos em outro ônibus com destino a Puerto Frias, passando antes pela Aduana Chilena para os tramites legais de saída do País.

Cruce Andino
Desembarque em Peulla
Cruce Andino
Aduana Chilena

Depois cruzamos a Cordilheira dos Andes onde atingimos quase 1000m de altitude e continuamos sempre serpenteando rios, lindos vales com floresta bem conservadas até Puerto Frias, onde paramos na Aduana Argentina.

Cruce Andino

Neste ponto pegamos outro catamarã que nos levou até Puerto Alegre, sempre com paisagens de tirar o fôlego, realmente muito bonitas. Em Puerto Alegre pegamos outro ônibus até Puerto Blest, onde iniciamos a última navegação de catamarã pelo Lago Nahuel Huapi até Puerto Pañedo, onde um busão nos levou ao hotel no Centro de Bariloche com chegada perto das 21:00h, ainda com dia claro.

Cruce Andino
Catamarã que nos levou a Puerto Pañedo
Cruce Andino
Interior do Catamarã
Um belo dias para o Cruce Andino
Um belo dias para o Cruce Andino
Cruce Andino
Puerto Frias

Minha conclusão:
O Cruce Andino é uma forma divertida de ir ou vir entre as cidades de Puerto Varas e Bariloche. Quando a gente esta viajando queremos conhecer entre outras coisas a beleza do lugar e se você esta nessa região o Cruce Andino é uma deles. O preço é alto, mas principalmente na temporada os Catamarãs saem lotados, mas claro é uma questão de escolha de cada um. Eu pude fazer, achei ótimo e recomendo.
Para ver outras atrações de Puerto Varas click aqui!

Já fez o Cruce Andino? Conte pra gente a sua experiencia.

Conversa com o Editor...

Você sabia que pode fazer as suas reservas de viagem aqui? É só acessar um dos links abaixo dos nossos parceiros, você não paga nada mais por isso e ainda nos ajuda na manutenção do Blog. Pense nisso na sua próxima viagem!!!
Obrigado!
Herbert Terra


Faça sua reserva de hotel pelo Booking.com , o maior site de reserva do mundo. É fácil, rápido, seguro e ainda tem muitas opções com cancelamento grátis e você ainda encontra os melhores preços. Sempre uso o booking nas minhas reservas.

Booking.com

Vai viajar? Não esqueça o seguro! Não é muito caro e ainda evita perrengues nas suas viagens. Use o comparador da SEGUROS PROMO para escolher seu seguro com o menor preço.
Ah! Você ainda ganha 5% de desconto usando o cupom TOPERAMBULANDO5. Aproveite!

Alugue seu carro aqui com a RentCars! Ela compara os preços de centenas de locadoras mostrando os melhores preços para o carro de sua escolha. Compare!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Oi gente, eu fiz essa viagem na semana passada. A ida Puerto Varas – Bariloche pelo Cruce Andino e a volta de ônibus normal. A viagem do Cruce Andino é maravilhosa! As paisagens sao espetaculares e o serviço prestado pela empresa é impecável, muito organizado. É totalmente recomendável fazer essa viagem uma vez na vida! Mas eu estou comentando para alertar a todos que pensam em fazer essa viagem que nem eu, com volta de ônibus normal. Por favor, NÃO COMPREM A VIAGEM DE ÔNIBUS PELA EMPRESA ANDESMAR!!! Tem que ser assim mesmo, em maiúscula, porque essa empresa maldita conseguiu estregar o final de uma viagem maravilhosa com um serviço horrível. Foi a pior viagem de ônibus que já fiz na vida. A viagem que deveria durar 6h30 demorou mais de 24h, porque o ônibus quebrou, e quando resolveram o problema, já nao dava tempo para cruzar a fronteira (ela fecha às 19:00). Tivemos que dormir em Villa Angostura por causa disso, dividindo quarto com pessoas desconhecidas, além de outros perrengues. Mas o pior de tudo é que fizeram a gente perder um vôo e tivemos que comprar outra passagem aérea, mas a Andesmar não respondeu pelo prejuízo! Foi muito triste terminar essa viagem tão linda com tanto estresse (e prejuízo). Então se forem viajar de ônibus, comprem passagem de qualquer outra empresa, menos a Andesmar. E é melhor nao reservar voo para logo depois, pois se tiver algum problema com a fronteira, podem acabar perdendo o voo.