Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Farellones e Valle Nevado, um dia para brincar na neve

Farellones e Valle Nevado

Chegamos em Santiago no final de maio, sabíamos através dos noticiários que este ano as estações de esqui iriam abrir com antecedência, pois já havia grande concentração de neve, ou seja funcionando a todo vapor.

Montamos nosso roteiro incluindo um dia para conhecer o Parque de Farellones e o Valle Nevado, e para ganhar tempo e ainda economizar alguns pesos chilenos, agendamos todos os nossos passeios quando estávamos hospedados em Santiago, com a agência Viagem Chile, existe uma infinidade de outras agências por toda capital. Deste modo ficamos sabendo qual dia da semana seria melhor para conhecer essas duas maravilhosas estações de esqui, pois o ideal é pegar um dia ensolarado e sempre evitar os finais de semana.

Farellones

Então numa quinta-feira a van da agência pegou nosso grupo no hotel na hora marcada, as 8 horas, e partimos para a cordilheira. Santiago fica a quase 580 metros acima do nível do mar e para alcançar estas estações nas montanhas é necessário chegar a uma altitude entre 2.500 e 3.200 metros aproximadamente. Do centro da capital até Farellones, são mais de 40 km, e sob orientação de nosso guia paramos num grande supermercado com a finalidade de comprar lanches e bebidas para consumo nos parques, visto que nestes locais os preços são abusivos. Logo que deixamos a área urbana, paramos numa loja de aluguel de material para neve, que oferece o traje completo: botas, luvas, casacos e calças impermeáveis, cujo valor varia entre 20.000 e 25.000 pesos chilenos, mas você pode alugar apenas a peça que lhe convém.

Farellones

Prosseguindo, percebemos a mudança de cenário, quando começamos a subir a montanha, um cenário deslumbrante se descortinava a cada curva, paisagens lindíssimas com montanhas nevadas, tudo branquinho em contraste com o céu quase sempre azul. A estrada apesar de linda, é realmente muito perigosa, principalmente nesta época do ano, pois além de possuir mão dupla com curvas muito fechadas, falta acostamento ou guard-rail em alguns trechos e no inverno provavelmente vai ter muita neve na pista, exigindo em muitos casos o uso de corrente nos pneus e atenção máxima no volante e menor velocidade por parte do piloto, ocasionando assim engarrafamentos, sobretudo nos finais de semana, causados pela grande quantidade de veículos que acessam a montanha. São 40 curvas até chegar a entrada do parque de Farellones e cerca de mais 20 até o Valle Nevado. Por este motivo é melhor realizar este passeio com agencia e é desaconselhável o aluguel de carro, especificamente para quem não tem prática em dirigir na neve.

Pouco mais de uma hora chegamos a bilheteria do parque de Farellones, que fica na parte alta conhecida como Zona Cumbre. Há outra bilheteria no complexo situada na parte baixa (Zona Base). Porém um pouquinho antes, quase na entrada do parque, passamos por uma pequena vila formada por casas, pousadas, restaurantes e cafés, lojinhas que vendem equipamentos de neve, lembrancinhas e artigos para o frio como gorros e luvas e algumas escolas de esqui, que alugam equipamento e fornecem instrutores para aulas individuais ou em grupos de esqui e snowboard. Enfim tem muita coisa legal para ver, e o melhor jeito é sair caminhado pelas ruazinhas sempre com a máquina ou o celular na mão porque as paisagens são lindas.

Entramos no parque que abre das 9h às 17h, com nosso ingresso (20.000 pesos chilenos em maio/2017) que incluía todas as atrações disponíveis, excluindo apenas as aulas de esqui e snowboard para iniciantes e do uso das pistas de esqui, que são pagas à parte.

Podíamos ficar o dia todo curtindo a neve e seus atrativos inúmeras vezes e sem horário pré-estabelecido. E logo deparamos com uma linda visão de todo complexo, destacando o enorme teleférico e as pistas de esqui e de snowboard, entre outros. Participamos de todas atividades que tínhamos direito, primeiramente várias vezes no Tubing (tobogã com boia), onde você senta numa boia e sai deslizando na neve até o fim da pista com 250metros onde uma espécie de tapete amortece a chegada. Para subir novamente, somos puxados através de um cabo de aço com gancho que encaixa na boia e nos leva até o alto, onde podemos de novo entrar na fila para descer.

Uma das pistas de sky de Farellones

Depois dos outros atrativos como a tirolesa, o fat bike, que são bicicletas equipadas com pneus largos para andar na neve, sendo os passeios guiados pelo alto da estação ou pela pista de esqui que liga a zona alta a baixa. A bicicleta volta ao alto pelo Teleférico. O Teleférico que liga em cerca de 20 minutos as duas zonas, corta todo parque e passa por cima das pistas de esqui e snowboard, o passeio é muito tranquilo e dá para bater fotos lindas. O Esquibunda que fica localizado na zona baixa, onde você sobe através de uma esteira rolante até o topo da pista, e depois das instruções de como usar o pequeno trenó (trineo) você desce a pista, os tombos e as risadas são garantidos.

Na hora marcada o motorista e guia, conforme combinado antecipadamente, partiu com parte do grupo para Valle Nevado, pois a outra parte preferiu ficar em Farellones. O trajeto de 13 Km até Valle Nevado apresenta maior quantidade de neve na pista, pois quanto mais alto mais neve. Valle Nevado é considerado o maior centro de esqui da América do Sul, fica localizado na Cordilheira dos Andes a mais de 3.200 metros de altura e a quase 60 quilômetros de Santiago. A estação é composta por hotéis, restaurantes e por dezenas de pistas para todos os níveis de esquiadores, principiantes, intermediários e avançados, e ainda conta com teleférico (gondolas) de cabine fechada com capacidade para 6 pessoas, uma atração para não-esquiadores. O ingresso de acesso a gôndola é fundamental para quem pretende passar o dia na estação, pois se você não comprar, vai ter que ficar na zona baixa do complexo, o que acaba ficando muito chato e maçante. Com ele você pode subir e descer quantas vezes quiser, mesmo que você não tenha comprado com o almoço incluído, vale a pena descer para dar um giro pela zona hoteleira. Mas para quem pretende almoçar, a comida é cara em Valle Nevado, então vale a pena comprar o combo almoço + acesso à gôndola. No complexo uma escada rolante dá acesso ao local de embarque da gôndola, o teleférico percorre em pouco mais de 5 minutos num voo panorâmico sobre a neve até a chegada ao restaurante Bajo Zero, no meio às pistas. Nesta área é muito legal parar para ver os esquiadores experientes passando velozmente ao seu lado, na descida da montanha. Ali também fica a área de principiantes, onde você pode dar muitas risadas com as trapalhadas de quem está aprendendo a esquiar.

Considerações finais

Apesar de muitos não aprovarem visitar Farellones e Valle Nevado no mesmo dia, pelo motivo de sobrar pouco tempo para cada estação, e aproveitar pouco as atividades que cada uma oferece. Nós optamos após muita pesquisa, pela dobradinha Farellones/ Valle Nevado, pois além do grupo ter somente 1 dia disponível, ninguém tinha prática em esquiar, por estes motivos a ida a Valle Nevado foi apenas para conhecer o complexo, pois passar o dia todo lá para quem não está acostumado a esquiar tende a ser muito cansativo. É notório que Valle Nevado possui melhor infraestrutura e ganha no quesito paisagem, e dependendo do dia realmente não vai dar tempo nem para andar do teleférico. Já Farellones foi muito proveitoso em termo de diversão, porque possui uma estrutura mais adaptada aos iniciantes, trata-se de um parque com várias atrações para quem nunca esquiou, você vai literalmente brincar na neve. É bem diferente do Valle Nevado onde a maior parte das pistas são para pessoas que já sabem esquiar.
Foi maravilhoso conhecer as duas estações de esqui mais famosas do Chile num único dia. É diversão garantida para toda a família. É claro que se você tem tempo, vale a pena fazer os dois passeios em dias diferentes. Caso você só tenha um dia para subir a montanha, escolha o passeio que melhor se encaixa no seu perfil.

Texto Valdir Neves

Outras Informações

  • Quando ir a Farellones e ao Valle Nevado: A temporada geralmente começa em meados de junho e termina em meados de setembro, podendo chegar a outubro.
  • Como chegar a estas estações: O ideal é contratar o traslado numa empresa especializada, porém há a opção de alugar um carro, todavia esta opção não é muito aconselhável, pois com certeza a estradinha com mais de 60 curvas fechadíssimas estará coberta de neve, consequentemente vai precisar colocar correntes nas rodas e ainda vai estar engarrafada na alta temporada, por estes motivos não aconselhamos o aluguel. Ressaltamos que não há transporte público até esses locais.
  • Horários de subida e descida na estrada para estas estações de esqui: Na alta temporada, quando é grande a procura por estas estações, há a imposição de limites de horários de acesso e saída da montanha para facilitar o trânsito, evitando assim mais engarrafamento. Durante os finais de semana e feriados, o trânsito fica limitado para subir até as estações de esqui no período compreendido entre as 8:00h e 13:00h, e para descer no horário de 16:00 às 20:00h, já para os dias de meio da semana é possível subir e descer a montanha em qualquer horário. Nos demais horários, o trânsito é livre nos dois sentidos. Fiquem atentos pois estes horários são regulados pelas autoridades rodoviárias chilenas e podem sofrer alteração sem aviso prévio.
  • Transfers: Várias empresas fazem o transporte até Farellones e o como a “Viagem Chile, a TurisTik, TurisTour, Ski Total e SnowTour, entre outras. As tarifas variam conforme o local de saída do transfer, se no hotel ou em um local pré-determinado pela agência, e também se o transfer é privado ou coletivo. A vantagem do transfer privado é que você tem a opção de escolher o horário de saída e chegada, além de buscar no hotel. Ver tarifas nos sites dessas agências.
  • No Valle Nevado, caso você não deseja gastar nada, existe um lugar conhecido como Plaza la Gondola, localizado atrás do centro de visitantes na parte baixa do complexo, com quiosques que oferecem petiscos e bebidas. Este local nos dá a opção de tirar boas fotografias e brincar na neve. Porém se você comprar somente o ingresso do teleférico sem o almoço, você terá uma visão espetacular de todo complexo e chegar ao restaurante Bajo Zero que fica ao lado de várias pistas. E ainda temos a terceira possibilidade que é o teleférico + almoço e a última o combo completo com direito ao teleférico, aula de duas horas, roupa, equipamento e almoço.
  • Onde ficar no Valle Nevado e em Farellones: O complexo de Valle Nevado possui três hotéis, o Puerta del Sol, o Tres Puntas e o Valle Nevado, além de condomínios residenciais oferecem aluguel durante a temporada de inverno. Em Farellones também há muitas opções.
  • A dica é chegar cedo, assim você aproveita bastante.
  • Evite os fins de semana e feriados, pois neste período não só os turistas sobem a montanha para se divertir, o povo de Santiago também, ocasionando filas e engarrafamento, além de ser tudo bem mais caro.
  • Tanto em Farellones e Valle Nevado os restaurantes são caros, porém e possível levar seu próprio lanche.
  • Quem tem ingresso válido para o dia pode sair e entrar no parque de Farellones sem problemas
  • Se você não vai passear na gôndola no Valle Nevado, é melhor investir no tour de montanha que não permanece tanto tempo no Valle Nevado, basta somente 1:30h para quem não vai esquiar para conhecer todo o complexo.

Veja também

Roteiro de onze dias pelo Chile

10 lugares imperdíveis da capital chilena

Como é o passeio a Vinícola Concha y Toro

Bate e volta a Vinã del Mar e Valparaiso no litoral Chileno

A bela região de Cajón del Maipo no inverno Chileno

Gostou? compartilha!

Conversa com o Editor...

Você sabia que pode fazer as suas reservas de viagem aqui? É só acessar um dos links abaixo dos nossos parceiros, você não paga nada mais por isso e ainda nos ajuda na manutenção do Blog. Pense nisso na sua próxima viagem!!!
Obrigado!
Herbert Terra


Faça sua reserva de hotel pelo Booking.com , o maior site de reserva do mundo. É fácil, rápido, seguro e ainda tem muitas opções com cancelamento grátis e você ainda encontra os melhores preços. Sempre uso o booking nas minhas reservas.

Booking.com

Vai viajar? Não esqueça o seguro! Não é muito caro e ainda evita perrengues nas suas viagens. Use o comparador da SEGUROS PROMO para escolher seu seguro com o menor preço.
Ah! Você ainda ganha 5% de desconto usando o cupom TOPERAMBULANDO5. Aproveite!

Alugue seu carro aqui com a RentCars! Ela compara os preços de centenas de locadoras mostrando os melhores preços para o carro de sua escolha. Compare!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *