Trem de Curitiba até Morretes - Tô Perambulando

Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Trem de Curitiba até Morretes

Um dos passeios mais incríveis para fazer quando se vai a Curitiba

Menu_Trem

Trem de Curitiba à Morretes

Um dos passeios mais incríveis para se fazer quando se vai a Curitiba é a viagem de trem pela Serra do Mar Paranaense entre as cidades de Curitiba e Morretes. São 110 quilômetros pela maior área de preservação de Mata Atlântica do Brasil em uma ferrovia com 128 anos de história. O trem parte diariamente de Curitiba e no trajeto de aproximadamente três horas de duração passa por cachoeiras cercada de vegetação exuberante, cruza pontes e viadutos, algumas consideradas obras de arte da engenharia em total harmonia com a natureza. Na chegada a Morretes além de passear pelas ruelas da cidade pode-se apreciar o tradicional prato típico da região, o “barreado” que consiste basicamente de uma porção de carne cozida em panela de barro totalmente vedada, resultando em um caldo espesso que é servido com farinha.

A melhor maneira de fazer esse passeio é adquirindo um dos pacotes oferecidos pelas operadoras de turismo. A maioria dos hotéis em Curitiba oferecem esse serviço. Um dos pacotes mais concorridos é o que inclui a o trasfer do hotel até a estação ferroviária, a viagem de trem na classe turística, almoço típico com Barreado, tempo livre para compras em Morretes e City tour em Antonina. E para encerrar com chave de ouro o retorno de Van pela belíssima Estrada da Graciosa até o seu hotel. Mas você pode simplesmente fazer o passeio de trem comprando seu ticket na própria estação ferroviária.

Trem de Curitiba até Morretes

No dia marcado, bem cedo no hotel, uma van nos pegou, juntamente com outros turistas e nos levou até a Rodoferroviária de Curitiba, local de embarque. Antes das 8h da manhã, muita gente já estava concentrada na Rodoferroviária. Observamos famílias inteiras, inclusive com idosos, adolescentes, crianças e muitos estrangeiros que aguardavam ansiosos a liberação para o embarque.

Trem de Curitiba até Morretes

Com o bilhete e número do assento marcado seguimos para plataforma onde se encontrava o gigantesco trem com aproximadamente 20 vagões divididos em quatro categorias de classes, com capacidade para transportar mais de 1000 passageiros por passeio e com janelas bem amplas, ótimas para fotografar.

Trem de Curitiba até Morretes

As 8:20h ele partiu vagarosamente apitando para passar nos cruzamentos das ruas do centro da cidade e dos bairros mais afastados. Logo a serra chega com suas montanhas e abismos e a natureza toma conta da paisagem.
Uma das primeiras atrações que fica no ponto mais alto da ferrovia, é a travessia do Túnel Roça Nova, com mais de 450 metros de extensão é o maior de todos. Os vagões escurecem e a gritaria é geral, faz parte da brincadeira.

Trem de Curitiba até Morretes

Já na descida o trem passa pela reserva ecológica da Serra do Mar, no meio da mata atlântica, num dos lugares onde ela é mais preservada no país. Nesse percurso podermos ver centenas de araucárias, árvore símbolo da região. E toda essa exuberância impressiona, não é a toa que este é o segundo roteiro turístico mais visitado do Paraná, depois das Cataratas de Foz do Iguaçu.

Trem de Curitiba até Morretes

A descida é feita lentamente, o que permite fotografar tudo ao redor. Além de mata e cachoeiras, deparamos com muitas pontes e viadutos, consideradas verdadeiras obras de arte da engenharia, em completa harmonia com a natureza, que é claro, são amplamente fotografadas. Outras paisagens como a Represa Caiquava, Represa do Rio Ipiranga, Santuário do Cadeado e a ponte São João com 55 metros de extensão, toda construída em aço, também são dignas de cartão postal. Já no meio da serra o trem dá uma parada rápida na estação do Parque Estadual do Marumbi, para que os montanhistas que irão conhecer a reserva possam descer. E depois de pouco mais de três horas de viagem e de 70Km de estrada de ferro percorridos, chegamos a Morretes.

Trem de Curitiba até Morretes

Trem de Curitiba até Morretes

Trem de Curitiba até Morretes

Trem de Curitiba até Morretes

A simpática cidade, fundada em 1721, esta localizada no meio da Serra do Mar Paranaense, entre a Capital e o Litoral. O clima agradável, o artesanato local, as opções de ecoturismo, as atrações gastronômicas e as construções históricas de arquitetura colonial atraem centenas de turistas à cidade nos finais de semana.

Estação de Morretes
Estação de Morretes

Trem de Curitiba até Morretes
Morretes

Dentre os principais atrativos podemos citar a Estrada da Graciosa, as Trilhas da Serra do Mar, o Centro Histórico, o Parque Marumbi, Porto de Cima e o Rio Nhundiaquara. Um dos principais eventos da cidade é a Festa do Barreado. Isso mesmo, Morretes é reconhecida pela gastronomia. Para ser mais exato, por um prato típico da cidade, o Barreado, que como mencionei acima consiste basicamente de uma porção de carne cozida em panela de barro totalmente vedada, resultando em um caldo espesso que é servido com farinha. Aos finais de semana, muitas famílias de Curitiba vão à cidade apenas para saborear a iguaria e com a gente não foi diferente, caímos dentro.

Trem de Curitiba até Morretes
Igrejinha de Morretes

Após o almoço, passeamos pela cidadezinha e depois seguimos de van para Antonina. O centrinho histórico desta cidade cheio de sobrados coloridos e calçamentos em pedra, é um dos cartões-postais da cidade e fica de frente para a Baía de Antonina, contornado por uma cadeia de montanhas da Serra do Mar. Completa ainda a paisagem as ruínas de um antigo porto, responsável pelo escoamento da erva-mate no século 19.

Trem de Curitiba até Morretes
Antonina

Voltamos de Van para Curitiba pela Estrada da Graciosa, como é conhecida a Rodovia PR-410. É uma das mais belas do país onde atravessa o trecho mais preservado de Mata Atlântica do Brasil e sendo assim declarada pela UNESCO como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. O trajeto possui muitas curvas sinuosas e ao longo de toda sua extensão são mantidos seis recantos com mirantes para admirar a bela vista e quiosques para venda de produtos típicos.

Trem de Curitiba até Morretes
Estrada da Graciosa

Chegamos em Curitiba ao anoitecer com a sensação de ter aproveitado bem o dia em um passeio incrivelmente bonito. Portanto fica a dica, quando for a Curitiba não deixe de conhecer essa belíssima atração.

Veja Também:

Curitiba, oque fazer em 4 dias

  • Quando adquirir seu pacote verifique se seu hotel está na rota das Vans.
  • Procure fazer o passeio em dias de sol que são mais comuns no inverno e sentar do lado esquerdo do trem.
  • Em Morretes também tem atrativo para quem gosta de passeios mais radicais, começando pelo rafting no Rio Marumbi, que divide a cidade. É possível também praticar montanhismo, trilhas com cachoeira e passeios de bike.
  • Todo vagão tem guia turístico, que explica tudo sobre o passeio (natureza, ferrovia, história).
  • De Morretes é possível retornar de trem às 15h com chegada às 18h em Curitiba. Porém há ônibus e vans que voltam mais rápidos que o trem.
    Ônibus: de hora em hora levam os turistas de volta a Curitiba, via Auto

  • Estrada ou via
    Estrada da Graciosa. Comprar passagens do ônibus de volta na em Morretes ou ant ecipadona Viação Graciosa que fica na Rodoferroviária de Curitiba perto do embarque do trem.
  • Van: Para um passeio mais completo e cômodo, você pode comprar um pacote com trem + almoço + city tour Morretes e Antonina + Volta de Van pela estrada da Graciosa. Solicitar este pacote na agência de turismo anexa à bilheteria do trem ou no próprio Hotel. Preço R$ 235,00 p/pessoa.
  • Ver outros pacotes no Serra Verde Express Tel: (41) 3888-3488 www.serraverdeexpress.com.br
  • Onde comer em Morretes: Restaurante Ponte Velha, o melhor barreado da região.