Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Deixamos Madrid em direção à cidade de Zaragoza fundada pelo imperador romano Cesar Augusto em 24 A.C, percorrendo a autoestrada A2 e observando em ambos os lados uma paisagem bem variada, sendo o maior percurso com muita plantação de frutas, especialmente maçãs e pêssego e alguns pequenos trechos apresentando aridez. Notamos também um grande investimento do governo através de centenas de aerogeradores(cataventos)para produção de energia eólica, uma forma de energia alternativa limpa e sem poluição.

Continuando nossa viagem pela Europa, saímos cedo de Lisboa com destino a Madrid, a capital Espanhola é uma das cidades que mais turistas atraem em todo o mundo, pois possui belos prédios, grandes e imponentes avenidas, clima agradável, bonitas tradições, boa música, gastronomia diversificada e deliciosa, bons vinhos, cultura, artes, e uma infraestrutura eficiente, que oferece todo conforto a seus visitantes.

Qualquer viajante que se presa gostaria de conhecer a Europa, chegou a nossa vez de ver importantes monumentos que só conhecemos por foto. Para isso idealizamos um roteiro totalmente cultural, para conhecer um pouco de Portugal, Espanha, Itália, Suíça e França. O nosso giro pela Europa começa por Lisboa, em Portugal, e pretendemos postar dicas de cada um dos lugares que vamos passar nesses 23 dias de viagem pelo Velho Mundo.

Saímos da Cidade do Rio de Janeiro em direção à bela cidade colonial de Paraty, localizada na Costa verde ao sul do Estado, considerada pela UNESCO como “o conjunto arquitetônico colonial mais harmonioso”. A cidade foi fundada em 1667 em torno à Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, sua padroeira. Passear pelo Centro Histórico de Paraty é entrar em outra época, onde o caminhar é vagaroso devido às pedras “pés-de-moleque” de suas ruas e o visual é lindo por conta do colorido de seu casario. A proibição do tráfego de automóveis no Centro contribui para esta viagem pelo “Túnel do tempo”.

Saímos de carro do Rio de Janeiro dia 16 de maio para uma viagem de 10 dias pela Costa do Cacau e Costa do Dendê, para conhecer mais especificamente Barra Grande e Itacaré no sul da Bahia. Percorremos mais de 3000km, passando por cidades como Ilhéus, Porto Seguro na Bahia e Guarapari no Espirito Santos, na maioria das vezes debaixo de muita chuva, o que comprometei um pouco a nossa viagem.

Bem-vindo a San Carlos de Bariloche, carinhosamente chamada de Bariloche, localizada na Patagônia Argentina, na costa sudeste do Lago Nahuel Huapi que não congela nem em invernos rigorosos e no coração do Parque Nacional do mesmo nome, bem no centro da Cordilheira dos Andes. O lugar oferece uma ampla gama de opções para o turismo, tanto convencional como de aventura, sendo um excelente destino durante todo o ano.

São Luís, a capital maranhense, está divida em duas partes distintas. De um lado, o Centro Histórico com suas igrejas, museus, vielas e casarões com fachadas forradas de azulejos portugueses. Do outro lado, atravessando o rio Anil, pela ponte José Sarney, rola a área nobre da cidade, situada ao longo da Avenida dos Holandeses e litorânea. Após um breve descanso, afinal não podíamos perder tempo, saímos caminhando pelo Centro Histórico e fomos parar no Terminal Rodoviário, onde nos indicaram um ônibus para conhecermos o litoral da Cidade, cujo ponto final era a Praia do Calhau, uma das mais frequentadas por aqui.

Buenos Aires, a mais europeia das capitais da América do Sul, certamente estará outra vez no meu roteiro, isto porque nessa viagem só tivemos dois dias para conhecer a bela capital portenha. Convenhamos, muito pouco tempo. Mas mesmo assim o sábado e o domingo que passamos na cidade foram bem proveitosos.

El Calafate, conhecida como a capital nacional das geleiras, é uma pequena cidade localizada na província de Santa Cruz, Argentina, próxima a fronteira com o Chile. Em franco desenvolvimento turístico, oferece boa estrutura hoteleira, um aeroporto pequenino, mas moderno e ótimas opções de turismo. Seu clima é frio, com média anual de sete graus, temperaturas máximas por volta dos treze graus e mínimas por volta dos dez abaixo de zero. É lá que está a maior geleira em extensão do mundo: O perito Moreno

Desta vez o destino escolhido foi a Patagônia Argentina. Localizada no sul da América do Sul, abrangendo quase dois terços dos territórios da Argentina e do Chile. São quase 800.000 quilômetros quadrados de território virgem, pouco explorado e de escassos habitantes. Uma região riquíssima em recursos naturais de incomparável beleza, fazendo deste lugar um dos mais belos do planeta. Foi nesse cenário que chegamos a Ushuaia, para iniciar uma viagem de 4 dias pela capital da Terra do Fogo.