Maracajaú: Litoral sul de São Miguel do Gostoso - Tô Perambulando

Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Maracajaú: Litoral sul de São Miguel do Gostoso

Passeio de buggy pela areia das praias até Maracajaú

Menu_Gostoso

As 08:00 horas, logo após o café da manhã, partimos também de buggy em direção ao litoral sul de São Miguel do Gostoso, sempre pela areia da praia, quando era possível. Neste roteiro até Maracaju passamos por praias quase desertas e intocadas, com cara e jeito de colônia de pescadores. Nossa primeira atração foi conhecer o Km zero da BR 101, que corta o Brasil de Norte a sul. Começa no Município de Touros no Rio Grande do Norte e termina no

Maracajaú

município de S.José do Norte no Rio Grande do Sul, é uma estrada federal com mais de 4 770 km . Alí perto conhecemos o bonito Farol do Calcanhar ou Farol de Touros, o maior farol da América Latina e o segundo maior do mundo, com 62m de altura e 298 degraus para se chegar até o topo. O Farol do Calcanhar está localizado no Município de Touros, vizinho a São Miguel do Gostoso e a 96 km de Natal, está estrategicamente colocado numa região onde o litoral faz um ângulo agudo, a chamada “esquina do continente”. Sua visitação é realizada somente aos domingos, quando a Marinha do Brasil abre o Farol para os visitantes.

Maracajaú

Passamos depois pela Praia do Cajueiro, formada por uma enseada, a bonita praia é ideal para a prática do surf. A Próxima visita foi no centro da cidade de Touros, a cidade é parada obrigatória para um tour fotográfico que inclui a Igreja Matriz Bom Jesus dos Navegantes, padroeiro do município, e os canhões coloniais. A seguir paramos num mirante de onde obtivemos belos ângulos da praia da cidade. Novamente o buggy na areia passamos pela bonita, reta e extensa Praia de Carnaubinhas, com areias finas, cercada por coqueiros uniformes de médio porte. As águas calmas favorecem o banho de mar e os currais de pescas alí existentes. Ainda em Touros passamos pela Praia de Garças e Perobas, que conserva a tranquilidade de uma vila de pescadores, onde se pode ouvir o vento batendo nas folhas dos coqueiros. Momentaneamente saímos da areia e pegamos um pequeno trecho de asfalto e de terra batida, isto devido não poder realizar a travessia do Rio Punaú em sua foz.

Novamente na areia, chegamos a Rio do fogo, seu nome, diz a lenda

São Miguel do Gostoso
Praia da Xêpa

que os pescadores costumavam avistar, a noite, um grande círculo de fogo no rio, em torno do lago. Como a água desse lago se encontra com o mar, os habitantes passarão a chamar o local Rio do Fogo. A praia, aprazível e de águas límpidas, tem recifes de corais e pedras sobre a areia. Não visitamos Barra do Rio Punaú, que dizem ter um cenário deslumbrante, onde as águas do rio e do mar se encontram. A área, entre dunas baixas e coqueirais, tem estrutura completa de lazer para receber turistas na beira do rio, com restaurantes, piscinas naturais e aluguel de caiaque.

Posteriormente passamos pela Praia do Zumbi, muito sossegada, quase virgem, uma maravilha de beleza selvagem, porém como era domingo rolava um tremendo jogo de futebol na areia, assistido por muitos espectadores. Aqui se pesca lagosta, camarão e outras variedades, prevalecendo a pesca artesanal.

Localizada também no município de Rio de Fogo, Pitinga é uma praia encantada, ondas mansas, águas quentes, areia branquinha no trecho reto e parrachos para praticar um bom mergulho. É perfeita para fugir do mundo, preferida dos amantes da tranquilidade. A Praia apresenta belas paisagens e é repleta de coqueiros na orla, tem vários atrativos, como lagoas, reserva de mangues, dunas e o Morro do Urubu. Distante a 55 km de Natal, a capital do estado do Rio Grande do Norte, é ideal para amantes do eco-turismo.

Por último chegamos a Maracajaú, conhecido como o Caribe brasileiro pelos seus maravilhosos corais e águas cristalinas. Na maré baixa poderá ser efetuado um passeio de barco com duração de 2 horas para mergulhar nos”parrachos”que se transformam numa imensa piscina natural de água cristalina, com profundidade variando entre 1 e 3 metros, para apreciar uma bela e vasta fauna e flora marinha. Esta famosa barreira de corais está distante a 7 Km da costa Maracajaú é considerado um dos 10 melhores locais do Brasil para prática

Maracajaú
Farol do Calcanhar

de mergulho livre (snorkeling), e por suas condições naturais é excelente para pratica do batismo de mergulho autônomo. Além dos arrecifes têm, também, belíssimas dunas e lagoas onde se pode passear de quadriciclo, de cavalo, e ainda desfrutar do Ma-Noa Park um parque aquático a beira mar com uma das melhores estrutura de lazer do Rio Grande do Norte. Não realizamos o passeio até os parrachos por falta de tempo e outro fator que contribuiu muito para escolha negativa do grupo foi os comentários que era muito parecido com os já conhecidos nossos Maragogi e Porto de Galinhas.

No retorno a “Gostoso” passamos pelas lindas praias da ida e visitamos também à Cachaçaria e Restaurante Urca do Tubarão, que está no caminho que une São Miguel do Gostoso a Touros, onde é uma oportunidade única de fazer uma viagem ao passado, pois num pequeno percurso dentro de seu estabelecimento observamos vários objetos antigos de sua coleçao, desde discos de vinil e máquinas fotográfica, até radiovitrolas e telefones antigos, realmente um verdadeiro museu. Alí também degustamos algumas das raridades de suas cachaças artesanais fabricadas no local e desfrutamos de uma prosa muito animada com o proprietário Edson Nobre, que também é o Ministro da Cachaça da região. Tambem poderão comprar garrafas de cachaça para levar de presente. Todo em companhia de boa música e uma deliciosa comida caseira preparada por Dona Lila.

Para ver as dicas de São Miguel do Gostoso, com preços dos passeios e dicas de hotel e restaurante veja nos post de São Miguel do Gostoso em Dicas desse Post.

Veja Também:

São Miguel do Gostoso: O paraíso é aqui

Galinhos: Litoral Norte de Gostoso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *