Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

Como é passear de bike no Atacama

Deserto de Atacama - Chile

Pedalar uma bike é uma atividade divertida e que faz muito bem a saúde, agora pedalar num dos lugares mais belos e secos do mundo e a uma altitude de quase 2.400 metros acima do nível do mar, onde a variação da temperatura pode chegar próximo aos 50ºC durante o dia e a temperaturas negativas à noite, é uma aventura inesquecível.

bike no atacama

Esta atividade vem se tornando cada dia mais procurada em San Pedro de Atacama, principalmente por dois motivos, primeiro pelos preços abusivos cobrados pelos tours no deserto e o segundo experimentar a deliciosa sensação de liberdade sentado na magrela, trilhando por paisagens únicas emolduradas por lagoas, vulcões, cânions, desfiladeiros e montanhas.
O primeiro passo para realizar esta aventura é alugar uma bicicleta no vilarejo de San Pedro de Atacama. Ali no centro existe várias agências que alugam bikes em bom estado de conservação, com preços que variam de acordo com o período a ser alugado, meio dia ou dia inteiro.

Um dos roteiros possíveis, Pukara de Quitor

Há passeios que podem ser realizados em meio dia como uma aventura até Fortaleza de Pukara de Quitor, que pode ser conjugado com a Quebrada del Diablo, este considerado como nível leve ou ao Vale da Lua e da Morte (nível Médio) e outros que podem ser feitos durante todo dia, como um tour até a Laguna Cejar, podendo chegar até a Laguna Tebinquiche, considerado como um pouco mais pesado, pois são cerca de 25 km somente ida e mais alguns até a segunda laguna.
Para quem pretende aventurar-se de bicicleta pelo Vale da Lua (15 Km do vilarejo) e da Morte, o ideal é realizar esta aventura à tarde, para contemplação do clássico e imperdível pôr do sol ou pedalar o dia inteiro para chegar e voltar das Lagunas Cejar e Tebinquiche. Vale lembrar para não esquecer de levar uma lanterna, pois o caminho da volta pode ser realizado em boa parte às escuras.

Vale do Catarpe

Nosso grupo como tinha apenas o período da manhã disponível, resolveu realizar a aventura até a Fortaleza Pukara de Quitor, esticando depois até ao Vale do Catarpe e Quebrada del Diablo. Começamos nossa aventura saindo do centrinho do vilarejo de San Pedro de Atacama, passando por ruelas de terra batida cercadas por casebres construídas de adobe, sempre tendo o imponente vulcão Licancabur com seus mais de 5.900 metros de altura localizado na fronteira com a Bolívia presente ao fundo. Um autêntico cenário de um filme do velho oeste americano.

bike no atacama
O Centrinho de San Pedro ainda dormia quando saímos.

Continuando nossa aventura, seguimos por uma estrada beirando o leito do rio San Pedro até nossa primeira parada a Fortaleza Pukara de Quitor, situado a aproximadamente 4 km do vilarejo. Estas ruínas edificadas num ponto estratégico no alto da colina, é um lugar cheio de história, contém um sítio arqueológico pré-colombiano do século 12 construído por povos nativos e posteriormente habitado pelos incas, hoje pouco resta desta bela fortaleza que após a invasão e domínio dos espanhóis ocorrida por volta de 1540 ficou destruída em boa parte. Para subir e curtir o lindo visual do topo é preciso deixar as bikes numa espécie de estacionamento. Vale muito a pena também ir à tarde, para observar o belo pôr do sol lá de cima.

Prosseguindo, retornamos um pequeno trecho pela mesma estrada e atravessamos o leito do rio para o outro lado e seguimos a esquerda através de placas indicativas em direção a Quebrada del Diablo que se encontrava a poucos quilômetros à frente.

Passamos por um pequeno e quase seco riacho e a partir desse ponto, a trilha apresenta três caminhos possíveis a seguir: à esquerda, você poderá subir pequenas montanhas a pé, seguindo em frente, não conseguimos indicação onde chegar, e à direita, a Quebrada del Diablo. Seguimos em direção a Quebrada e logo deparamos com um rio de águas bem geladas, provavelmente do degelo dos Andes, por onde passamos de bike sobre suas águas, sendo que alguns elementos do grupo não conseguiram transpô-lo sem serem molhados, hehehehe.

Riachos de águas geladas era um dos obstáculos a transpor

Logo depois chegamos a entrada da quebrada, uma área cheia de cânions, com imensos paredões abertos pela água de antigos rios que corriam por ali, em alguns trechos, é impossível passar pedalando, já que a passagem fica muito estreita e em outros passamos facilmente. Percorremos dentro dele por quase meia um imenso trecho que parecia não ter fim, não arriscamos a encontrar o final e paramos antes para bater algumas fotos, descansar, lanchar e retornar a San Pedro.

Entrada da Quebrada del Diablo

Cabe ressaltar que se alguém tiver disposição para subir ao topo de um desses paredões ali existentes, terá uma espetacular visão do mais famoso vulcão do Deserto do Atacama, o Licancabur. Presumo que percorremos de bicicleta quase ou mais de 20 km por lugares surreais neste incrível e espetacular deserto, e com certeza esse é um dos passeios imperdíveis atualmente no Atacama

Informações sobre esse passeio

  • Onde alugar e quanto custa uma bicicleta no Atacama?
    No centrinho de San Pedro há várias agências, mas, em geral custa de CLP 4000 a 6000 o aluguel por meio período e de CLP 6000 a 12000 o dia completo. Tem que pesquisar. Precisa deixar RG ou passaporte, como garantia para a devolução da bike.
  • O que levar?
    Capacete, bomba, câmara reserva, cadeado e um mapinha com alguns percursos que são coisas essenciais no aluguel.
    Mas também leve muita água para hidratação. Caso vá para o Valle de la Luna e Laguna Cejar, leve pelo menos dois litros.
    Se for permanecer na trilha por muito tempo, prefira um lanche leve, como frutos secos e coisas não muito salgadas. Você já vai se desidratar bastante com o sol e o exercício, não precisa comer nada que vai te desidratar ainda mais.
    Se for no verão use roupas leves, boné ou chapéu, óculos de sol e um boné, e não se esqueça do protetor solar. No inverno é bom levar também algum agasalho, caso tenha que voltar tarde

  • Quando ir?
    O passeio de bicicleta no Atacama está disponível durante todo o ano. Se tiver que escolher um período, prefira fazer passeios de bicicleta pela manhã, pois o sol está mais ameno e existem menores chances de se deparar com fortes tempestades de areia.
    No inverno, as temperaturas são mais amenas durante a dia, mas faz muito frio à noite. No verão, os dias são muito quentes e as noites têm temperaturas agradáveis.

  • Não esqueça de sempre cadear a bike, pois o roubo de bicicletas é alto em San Pedro.
  • Não vá sozinho. O deserto te engana e se perder pode ser fácil. Em grupo é mais difícil disso ocorrer.
  • A aclimatação é muito importante, nada de fazer esses passeios de bike nos primeiros dias!

Confira outros posts sobre o Atacama:

10 passeios incríveis que você não pode deixar de fazer no Deserto de Atacama

A magia das lagunas altiplânicas

O espetáculo dos Gêiseres del Tatio

Termas de Puritama, um banho relaxante no deserto

Laguna Cejar e Tebinquiche com Ojos del Salar

Gostou? Então compartilha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conversa com o Editor...

Você sabia que pode fazer as suas reservas de viagem aqui? É só acessar um dos links abaixo dos nossos parceiros, você não paga nada mais por isso e ainda nos ajuda na manutenção do Blog. Pense nisso na sua próxima viagem!!!
Obrigado!
Herbert Terra


Faça sua reserva de hotel pelo Booking.com , o maior site de reserva do mundo. É fácil, rápido, seguro e ainda tem muitas opções com cancelamento grátis e você ainda encontra os melhores preços. Sempre uso o booking nas minhas reservas.

Booking.com

Vai viajar? Não esqueça o seguro! Não é muito caro e ainda evita perrengues nas suas viagens. Use o comparador da SEGUROS PROMO para escolher seu seguro com o menor preço.
Ah! Você ainda ganha 5% de desconto usando o cupom TOPERAMBULANDO5. Aproveite!

Alugue seu carro aqui com a RentCars! Ela compara os preços de centenas de locadoras mostrando os melhores preços para o carro de sua escolha. Compare!!