Arquivo para Parque - Tô Perambulando

Logo Blog de Viagens com Dicas e Roteiros

O Parque Nacional de Itatiaia,foi criado em junho de 1937, sendo o primeiro Parque Nacional do Brasil. Com mais de 30 mil hectares, está situado na Serra da Mantiqueira, abrangendo os municípios de Itatiaia e Resende no Estado do Rio de Janeiro e Bocaina de Minas e Itamonte no Estado de Minas Gerais, chegando até a divisa com São Paulo. Esta Unidade apresenta um relevo caracterizado por montanhas e elevações rochosas, com altitude variando de 600 a 2.791 metros, no seu ponto culminante, o Pico das Agulhas Negras.

 

O Circuito das Águas no Parque Estadual de Ibitipoca possui a forma de U, sendo considerado leve, e o mais popular entre os visitantes, porque não é necessário muito esforço físico para conhecê-lo, já que não possui tantas subidas e tem muitas atrações. Possui uma distância a ser percorrida de aproximadamente 6 km (ida e volta) entre 3 a 4 horas com muita exposição ao sol.

Quem gosta de natureza e aventura não pode deixar de conhecer os Parques Nacionais e Estaduais Brasileiros. Aqui enumeramos e damos as dicas de alguns deles, com suas principais atrações e a melhor época para conhece-los. A maioria deles são bem estruturados para receber visitantes. Alguns não precisão de guias, mas para algumas trilhas é aconselhável. Veja tudo neste post sobre os principais parques no Brasil.

No nosso segundo dia em Ibitipoca, acordamos cedo e novamente nos dirigimos em direção ao parque para realizarmos os 11 Km (ida e volta) do Circuito da Serra do Pião. Neste dia o grupo estava completo, então fomos para o parque dividido em 2 grupos, por ter apenas um carro disponível. Enquanto aguardávamos o outro grupo na portaria do parque, fomos agraciados com a presença de um mono carvoeiro, o maior primata do Brasil, pulando de galho em galho, um colírio para nossos olhos.

Há muito tempo pretendíamos voltar a Conceição de Ibitipoca, para refazer a trilha da Janela do Céu e do Circuito das Águas, e fazer a trilha do Pico do Pião que não realizamos. Desta vez o grupo formado por Gabriel, Daniel, Diego, Thiago, Ismar, Herbert e eu, partiu sexta-feira à tarde em dois carros em direção ao Parque Estadual de Ibitipoca, localizado nos contrafortes da serra da Mantiqueira, entre o Rio de janeiro e Belo Horizonte, no Município de Lima Duarte.

Atualizado em 17/04/2016

Este pedacinho do céu chamado Conceição do Ibitipoca é um distrito do município de Lima Duarte-MG, localizado na zona da mata mineira, em plena Serra da Mantiqueira a 1.250m de altitude no sudeste de Minas. Com paisagens inesquecíveis, este paraíso não é simplesmente um lugar acolhedor, é a soma das energias e do alto astral do seu povo simples e hospitaleiro.

No horário marcado, as 8:00h a Land Rover, da agência Rota dos Aparados nos pegou na pousada em Cambará do Sul e partimos em direção à Cachoeira dos Venâncios, nossa primeira parada. O acesso à cachoeira é realizado em 13 km depois do trevo no asfalto para Jaquirana por estrada de terra até a entrada de uma fazenda de propriedade particular de nome Cachoeiras, onde é cobrado um ingresso no valor de R$ 5,00 por pessoa.

O parque abrange os municípios de Jacinto Machado, Praia Grande (SC) e Cambará do Sul (RS). Possui belezas visuais raras, como o Canyon Fortaleza, cachoeiras e espécies raras de fauna e flora. Coexistem na área do parque a floresta de araucárias, campos e a floresta pluvial atlântica.

São três as trilhas abertas ao público no Parque Nacional do Aparados da Serra, sendo as trilha do Vértice e a do Cotovelo na parte alta do parque, que permitem contemplar as principais atrações do cânion Itaimbezinho, com entradas por Cambará do Sul. E a Trilha do Rio do Boi na parte baixa do cânion que proporciona aos turistas mais aventureiros uma caminhada longa pelo interior do cânion que exige mais esforço físico.

Situado no município de Teresópolis RJ, o Escalavrado é uma das mais belas formações rochosas da Serra dos Órgãos. Composta por uma longa crista sem vegetação que começa ainda na estrada, essa montanha parece intransponível. Para chegar ao seu come, que tem 1.406m, o montanhista precisa usar técnicas de escalada e equipamentos de segurança, como corda, boudrier e mosquetões para vencer alguns obstáculos. Durante a caminhada, podemos avistar outras montanha igualmente imponentes como o Dedo de Deus, Garrafão, Agulhinha do Diabo, Cabeça de Peixe entre outras.